Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Especialista explica o que é a doença psoríase e fala sobre tratamentos

    A doença acomete entre e 1 e 2% da população brasileira

    Por Plox

    12/03/2019 10h40 - Atualizado há mais de 3 anos

    A psoríase é uma doença que acomete entre 1 e 2% da população brasileira. Ela é comum em todas as partes do mundo. É um doença primariamente da pele e aparece na forma de mancha em que muitos chamam de placas eritêmato-descamativas.

    De acordo com o dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e phD em patologia, Ismael Alves Rodrigues Júnior, muitos paciente veem essas placas como se fossem manchas – vermelhas com escamas brancas. “A psoríase é uma doença em que surgem lesões vermelhas e descamativas na pele. Geralmente, surge dos dois lados do corpo. A gente fala que é uma doença simétrica. Além de manchas vermelhas, elas tendem a ser simétricas”, explica.

    O profissional ressalta que as partes que ela prefere surgir são os cotovelos, joelhos, couro cabeludo e há alguns casos que ela surge só nas palmas da mão ou nas plantas dos pés. Há casos que a psoríase é invertida nas axilas e virilhas.

    “Geralmente, a psoríase não coça porque é lesão assintomática. Em alguns casos, a coceira existe. Ela não é uma doença infecciosa e sim que vem de dentro para fora. A doença se manifesta em pessoas – que já nasceram com ela - com mais de 20 anos de idade. Pode surgir mais tarde ou mais cedo”, especifica.

    doutorIsmael Alves Rodrigues Júnior, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e phD em patologia (Foto: divulgação)

    Geneticamente, os pacientes têm a pré-disposição para manifestar as lesões. O dermatologista esclarece que “a psoríase tende a durar a vida inteira. Depois que ela aparece, ela tende a se manter com períodos de melhora ou de piora”. A doença não tem cura, mas existem várias formas que os pacientes possam controla-la.

    A psoríase pode ser tratada de diferentes maneiras. A maioria dos pacientes tem uma doença que acontece em poucas regiões da pele. É preciso que utilize tratamentos de passar sobre as lesões com boa melhora e bom controle das manchas. Segundo Ismael, 75% dos pacientes podem ser tratados apenas usando creme contendo medicamentos ao longo dos anos.

    “Alguns pacientes com formas mais graves de psoríase ou formas que ocorrem nas mãos prejudicando a qualidade de vida mais do que as outras formas. Mais ou menos então os 25% dos pacientes psoríase vão ter que tomar medicamentos porque a doença é extensa ou porque ela não tem melhorado com os tratamentos de se passar na pele ou porque acontece em regiões que prejudicam a qualidade de vida”, sintetiza.

    (Foto: divulgação/ ISTOCK)

    Os medicamentos estão disponíveis no Sistema único de Saúde (SUS) e os pacientes podem requerer para o tratamento da doença.

    O Dia Mundial da Psoríase é celebrado em 29 de outubro.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]