Ipatinga

mundo

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Ataque a tiros em metrô de Nova York deixa ao menos 16 feridos; cinco estão em estado grave

    Autor jogou uma bomba de fumaça no vagão e começou a atirar contra as pessoas

    Por Plox

    12/04/2022 18h38 - Atualizado há 2 meses

    Na manhã desta terça-feira (12), um ataque a tiros no metrô de Nova York, Estados Unidos, deixou ao menos 16 pessoas feridas, sendo que dez foram baleadas. Cinco estão em estado crítico. O crime aconteceu na estação da rua 36, no bairro Sunset Park, na região do Brooklyn.

    A polícia informou que o caso não está sendo investigado como um ataque terrorista, no entanto, não se sabe o motivo do crime. O autor foi identificado como um homem negro, trajando colete laranja, camisa verde escura e uma máscara de gás. Vestimenta parecida com a de trabalhadores da construção civil local.

    Uma fumaça foi vista na estação e a polícia confirmou ser uma bomba de fumaça jogada pelo suspeito antes de começar a atirar de dentro de um vagão do metrô. Em um vídeo é possível ver as pessoas saindo correndo de um vagão enquanto a fumaça ainda tomava conta do local. Veja o vídeo abaixo:

     

    A emissora de TV ABC informou que uma vítima baleada foi encontrada na estação rua 25, em Greenwood Heights, pouco antes das 8h30. O que indicaria que o ataque poderia ter começado no local e terminado na rua 36.

    A governadora do estado de Nova York, Kathy Hochul, aconselhou a população que ficassem “vigilantes e alertas”, e disse que “esta é uma situação de atirador ativo agora na cidade de Nova York”.

    “Houve tantos disparos que perdi a conta”, disse uma passageira ao New York Post que estava em um trem da linha N e testemunhou o ataque.

    Patrick Berry, de 41 anos, disse que estava esperando na estação Rua 25, quando um trem da linha R chegou por volta das 8h30. Ele e sua filha de 3 anos embarcaram, mas o trem não se moveu.

    Foto: Reprodução

     

    Foto: Reprodução

     

    Foto: Reprodução

     

    Foto: Reprodução

    “Então, de repente, da frente do trem, ouvi pessoas gritando: "Corra, corra, corra! Vá, vá, vá!". E então todas essas pessoas passaram correndo pelo nosso vagão, e eu me senti como, "Oh, meu Deus, isso é uma debandada. As pessoas começaram a empurrar por trás. Então eu peguei minha filha e nós corremos também”, disse Berry.

    A área foi isolada pela polícia que pediu aos moradores para evitarem ir a região. A circulação de trens nas linhas D, N e R foi afetada. Até a publicação desta matéria o suspeito não havia sido preso.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]