Aumento do pedágio na BR-040 após nova concessão

Nova tarifa pode quase dobrar custo para motoristas entre BH e Juiz de Fora

Por Plox

12/04/2024 07h32 - Atualizado há 3 meses

  • Leilão em São Paulo: A EPR ganhou a concessão da BR-040, trecho entre Belo Horizonte e Juiz de Fora, após oferecer um desconto de 11,21% sobre a tarifa estipulada, que era de R$ 13,91. Com o desconto, a tarifa seria reduzida para cerca de R$ 12,35, enquanto a tarifa atual é de R$ 6,30 por veículo leve.
  • Preços provisórios: A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) ainda precisa finalizar os valores que serão efetivamente cobrados, com a assinatura do contrato prevista até 9 de julho.
(Marcello Casal jr/Agência Brasil)
  • Estimativa da ANTT: Com o desconto aplicado, a tarifa para as praças de pedágio seria aproximadamente R$ 12,50, ou R$ 0,16 por quilômetro, segundo a ANTT.

Impacto no custo das viagens:

  • Localização das praças: O trecho de 232 quilômetros entre Belo Horizonte e Juiz de Fora possui praças de pedágio em Barbacena, Conselheiro Lafaiete e Itabirito.
  • Custo atual x futuro: Atualmente, o custo total de pedágios para uma viagem completa é de R$ 18,90. Com a nova concessão, esse valor pode subir para até R$ 37,05.

Contexto da concessão:

  • Questões anteriores: A Via 040, atual concessionária, alegou problemas financeiros e solicitou a relicitação do trecho em 2019, continuando a operar até a definição da nova concessão.
  • Obras e tarifas: Guilherme Theo Sampaio, diretor da ANTT, explicou que o aumento das tarifas está ligado a novas obrigações no contrato, incluindo obras mais complexas. Ele destacou que, diferentemente do contrato anterior, os reajustes por grandes obras ocorrerão apenas após a conclusão das mesmas, permitindo que os usuários vejam melhorias antes de pagar mais.

Benefícios adicionais e ajustes futuros:

  • Descontos progressivos: O contrato novo oferece descontos para usuários frequentes e uma redução automática de 5% para usuários de tags.
  • Flexibilidade na revisão de tarifas: O contrato permite ajustes de tarifa diretamente entre o Estado e a concessionária, facilitando mudanças conforme o fluxo de veículos.
Destaques