Bolsistas da PUC relatam discriminação: 'quem manda é quem paga'

Comentários ofensivos em redes sociais

Por Plox

12/04/2024 12h53 - Atualizado há 3 meses

Na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), uma situação de discriminação foi exposta por alunos bolsistas. Frases como "Quem manda é quem paga, agradece a oportunidade aí e fica suave" e "Não se esquece que alguém paga para vocês estudarem na PUC", foram dirigidas a eles por outros estudantes. Tais comentários surgiram no contexto de uma discussão sobre novas medidas de segurança no campus, como a instalação de catracas.

 

Foto: PUC-SP/Google Maps/Reprodução

Aumento de tensões no ambiente acadêmico
A página "Spotted PUC SP", inicialmente um meio para promover encontros amorosos entre alunos, se transformou em um palco para expressões de racismo e elitismo, com postagens ofensivas que muitas vezes visavam indivíduos negros. O coletivo "Da Ponte Prá Cá", composto por representantes de 24 Centros Acadêmicos, compilou essas denúncias e planeja enviá-las à Fundação São Paulo, responsável pela universidade.

Resposta da instituição
Perante as acusações, a PUC-SP declarou não apoiar nenhum tipo de discriminação e orientou as vítimas a procurarem as autoridades competentes. A universidade também enfatizou que não tem controle sobre as atividades da conta @spottedpucsp no Instagram, desvinculando-se das ações deste perfil privado e anônimo.

Destaques