Bolsonaro processa União após acusações de Lula sobre móveis do Alvorada

Disputa pelos móveis do palácio

Por Plox

12/04/2024 13h32 - Atualizado há 3 meses

O ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado de sua esposa Michelle, moveu uma nova ação judicial contra a União. Eles alegam que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cometeu um ato ilícito ao fazer acusações sobre o desaparecimento de móveis do Palácio da Alvorada. Anteriormente, um pedido similar foi rejeitado pela Justiça, que indicou erro processual ao direcionar a ação contra Lula individualmente.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

declarações incendiárias e defesa 

Após a mudança de governo em janeiro de 2023, Lula e a primeira-dama Janja reportaram a falta de vários itens e o mau estado de conservação do Alvorada, insinuando que os Bolsonaro teriam levado os objetos. No entanto, foi confirmado posteriormente que todos os 261 objetos inicialmente reportados como desaparecidos foram encontrados.

 

Pedido de retratação e indenização 

Bolsonaro exige agora R$ 20 mil de indenização e uma retratação formal por meio de uma nota oficial da Presidência. Os advogados do casal argumentam que as falas de Lula excederam os limites da liberdade de expressão e visaram diretamente prejudicar a honra do ex-presidente e de sua esposa

Destaques