VÍDEO: Invasão policial em residência errada em Goiás causa trauma em família

Moradora é segurada pelo pescoço e tem arma apontada para o rosto

Por Plox

12/04/2024 14h34 - Atualizado há 3 meses

Na manhã de quinta-feira (11), policiais da Polícia Civil de Goiás invadiram por engano a casa de uma família em Aparecida de Goiânia, região metropolitana de Goiânia.

Durante o cumprimento equivocado de mandados de prisão, a moradora foi ameaçada com uma arma apontada para seu rosto e fisicamente agredida, sendo segurada pelo pescoço.

Testemunho da moradora e reação da polícia

Tainá Fontenele, empresária e moradora da casa invadida, relatou à TV Anhanguera que a abordagem foi traumática, especialmente com seus filhos presentes. "A policial estava com a mão no gatilho... Minha filha estava atrás de mim com meu outro filho no colo", disse Fontenele.
Thassio Silva, marido de Tainá e também empresário, afirmou que mesmo após questionar os policiais sobre o destinatário do mandado, não obteve respostas claras, aumentando o medo de uma tragédia.

Resposta das autoridades e medidas futuras

Em resposta ao incidente, a Polícia Civil de Goiás afirmou que os mandados foram emitidos legalmente, mas confirmou que a Superintendência de Correições e Disciplina está investigando os "supostos abusos" ocorridos.
O casal registrou um Boletim de Ocorrência contra os agentes envolvidos, buscando justiça e medidas para prevenir futuros erros semelhantes.

Destaques