"Devemos levar a 15 anos", diz deputado sobre tempo de contribuição para mulheres

12/06/2019 21:26

Idade mínima para aposentadoria deve continuar como a enviada pelo governo: 65 anos para homens, e 62, mulheres

Publicidade

Deverão ser apresentadas mudanças no texto da reforma da Previdência enviado à Câmara pelo governo, nesta quinta-feira, 13 de junho. Quem irá propor alterações será o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). A proposta é que haja uma diminuição no tempo de serviço para as mulheres se aposentarem, passando de 20 para 15 anos de contribuição. A matéria será apresentada e analisada na Comissão Especial no parlamento. 

Deputado Samuel Moreira (PSDB), relator da proposta de reforma da Previdência — Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Samuel Moreira deverá apresentar propostas na comissão especial-Foto: Câmara dos Deputados


"A média de aposentadoria de uma mulher por tempo de contribuição é de 18 anos. Então, nós não vamos deixar os 20 anos propostos para mulheres e devemos levar a 15 anos, que é um desejo das mulheres desta Casa. Não é só um desejo, é um dado científico e importante", disse ele. A proposta enviada pelo governo estima um idade mínima de aposentadoria para homens, de 65 anos, e mulheres, 62 anos. O relator afirmou que nessa questão, ele não sugerirá nenhuma alteração, já que ele diz que esse ponto é a principal estrutura da matéria. 


Moreira afirmou acreditar que a PEC irá manter a estimativa do governo de economia de R$ 1 trilhão. Devem ser retirados do texto enviado pelo governo que giram em torno do Benefício de Prestação Continuada (BPC), as mudanças na aposentadoria rural, além da desconstitucionalização da Previdência, que possibilita modificações nas normas do projeto, sem precisar de emendas.

Atualização 11h13



Publicidade