Acusados de pedirem auxílio emergencial indevidamente são presos no Vale do Aço

Por Plox

12/06/2020 13h58 - Atualizado há quase 4 anos

Nesta sexta-feira (12), a Polícia Militar (PM) deflagrou a operação “Desfalque" em parceria com o Ministério Público, para cumprimento de mandados de prisão em aberto de indivíduos que se cadastraram indevidamente no programa do auxílio emergencial. A operação acontece na região do 14° Batalhão, no Vale do Aço.

Segundo informações apuradas pelo Plox com a PM, nesta sexta-feira, dois homens foram presos, sendo eles Weverton Evaristo, de 35 anos em Cachoeira Escura e Welington de Souza Costa, de 37 anos, em Ipatinga. Conforme relatado pela PM, dois indivíduos já se encontravam detidos.

De acordo com os policiais, foi repassado aos militares, uma lista de pessoas com mandado de prisão em aberto por diversos crimes e que estariam recebendo ou teriam solicitado indevidamente o benefício.

Ainda em contato com o Plox, a Polícia informou que será redigido a ocorrência em desfavor dos presos e encaminhado à Justiça, para demais providências.

Um mês de operação

Segundo a PM, a operação seguirá por todo o mês, e as diligências irão continuar nas buscas por mais indivíduos que estão com mandados de prisão em aberto e teriam feito pedido do beneficio do Governo.

As estão sendo feitas em todas as cidades do 14° Batalhão da Polícia Militar em Ipatinga, Belo Oriente, Naque, Açucena, Santana Do Paraíso, Ipaba, Braúnas, Joanésia, Mesquita e demais localidades de atuação do 14° BPM.
 

Destaques