BH: avô acusado de abusar sexualmente dos netos é preso

12/07/2019 14:44

A delegada relata que foi descrito que os abusos aconteciam por toque e via sexo oral

Publicidade

Um homem, de 75 anos, suspeito de cometer abusos contra seus netos, no bairro São Salvador-BH, está preso preventivamente à disposição da Justiça..

De acordo com a Polícia Civil, as vítimas são duas meninas e um menino. Uma delas, de 11 anos, pode ter começado a ser abusada quando tinha apenas 4 anos de idade. 

Os psicólogos informam que as vítimas contaram que não compreendiam o que acontecia quando eram mais novas, pensavam que poderia ser carinho, pois a avó já havia presenciado. Entretanto, conforme foram ficando mais velhas, elas começaram a se incomodar e acabaram sendo ameaçadas. O avô dizia que se contassem alguma coisa a mãe, elas seriam separadas em orfanatos.

A delegada, Renata Ribeiro, responsável pela investigação, relatou que a mãe procurou a polícia e as crianças foram ouvidas. "Essa mãe então procurou a polícia, as crianças foram ouvidas por meio de escuta qualificada e relataram que sofriam abusos provavelmente desde os 4 anos de idade, mas não tem como a gente precisar essa data porque é difícil para a criança saber determinar um início de quando isso aconteceu ou quantas vezes pode ter acontecido", informa.

Foram apreendidas mídias na casa do acusado e a delegada é responsável por investigá-las. Ela explicou ainda que havia um inquérito aberto sobre o abuso das duas meninas sob responsabilidade da Polícia Civil em Contagem. Não foi informado porque ele respondia pelos casos das meninas, que já foram investigados, em liberdade. Há duas semanas a mãe procurou a delegacia especializada e informou que o garoto,  de 11 anos, também foi abusado. Foi aberto um novo inquérito para averiguar o estupro de vulnerável contra o menino, resultando na prisão do avô.

A avó também é investigada por “omissão relevante”, de acordo com a delegada

De acordo com o depoimento das crianças, que foram feitos por meio do acompanhamento de psicólogos, a delegada relata que foi descrito que os abusos aconteciam por toque e via sexo oral. Devido ao fato de os pais trabalharem fora, as crianças passavam muito tempo com os avós. 

Segundo a delegada, o avô, de 75 anos, negou a acusação dos abusos praticados contra o neto homem, mas admitiu os abusos praticados contra as duas netas mulheres, contando, ainda, que houve ejaculação durante os atos. A delegada também relata que ele disse sofrer influências malignas e tentou culpabilizar as crianças, dizendo que elas o provocavam.

Atualizada às 16h28.



Publicidade