Bombeiro de Ipatinga salva bebê através de orientações por telefone

12/07/2020 09:00

Os pais ligaram para os bombeiros, informando que o recém nascido não conseguia respirar e foram orientados para os primeiros socorros

Na manhã da última sexta-feira (10), o 3° Sargento Hebert Martins Silva, despachante do Corpo de Bombeiros do Vale do Aço, localizado na Sede do 11° Batalhão de Bombeiro Militar em Ipatinga-MG, atendeu uma ligação do número de emergência 193.

Do outro lado da linha estavam os pais de um recém nascido, que moram no bairro Belvedere, em Coronel Fabriciano-MG. Segundo eles, o bebê não respirava, estava mole e roxo após engasgar com líquido.

Imediatamente, o sargento Martins despachou as motocicletas operacionais para o local e iniciou as orientações de desobstrução respiratória, via telefone, aos pais do recém nascido.

Em tom calmo, o militar orientou que um dos pais para utilizarem a própria boca, realizando uma leve sucção sobre a boca e o nariz do bebê. A manobra surtiu efeito, tendo a criança  imediatamente começado a chorar, sinalizando que ela voltou a respirar.

 

Bombeiros-IpaOs pais acionaram o Corpo de Bombeiros por telefone e foram atendidos na sede do 11° Batalhão de Bombeiro Militar em Ipatinga-MG. Foto: reprodução/Google Street View
 

Segundo os bombeiros, os militares das motos operacionais, ao chegarem no local realizaram avaliação dos sinais vitais, que estavam estáveis, confirmando que as manobras foram efetivas e orientaram os pais a procurarem serviço médico para avaliação.

Nesse sábado (11) os pais da criança entraram contato com o Tenente Wildemarque Ferreira Costa, comandante do Pelotão de Bombeiros Militar em Coronel Fabriciano,  para agradecer a atuação dos militares.

Os pais destacaram que as orientações e a tranquilidade do atendente salvaram o recém nascido. "Agradece imensamente ele por nós", destacaram os pais.

Orientação

A aspiração de líquidos ou pequenos objetos são a principal causa de asfixia em recém nascidos e bebês. Após alimentação é necessário que a criança seja estimulada a arrotar antes de se colocada no berço ou deitada.

Mantenha objetos e brinquedos pequenos fora do alcance de bebês. Nesta fase as crianças reconhecem o mundo pela boca.