Brasil fecha Pan em segundo lugar com 55 medalhas de ouro

12/08/2019 08:01

Delegação brasileira ficou atrás somente dos Estados Unidos no quadro de medalhas

Publicidade

O Brasil marcou um feito histórico na cidade de Lima, com sua melhor participação nos Jogos pan-Americanos: 55 medalhas de ouro, 45 de prata e 71 bronzes, sendo vice-campeão no quadro de medalhas depois de 56 anos, ficando atrás dos somente Estados Unidos neste Pan. Um total de 48,5% de atletas obtiveram pelo menos uma medalha.

Além da ótima colocação, há nove vagas para as Olimpíadas de 2020 em Tóquio, nas modalidades handebol feminino e equipes de hipismo (adestramento, cross-country e saltos), além de terem garantidos seus espaços dois velejadores, um do tiro com arco, uma pentatleta, um tenista, um mesatenista. 


No Pan, eram os objetivos dos Comitê Olímpico Brasileiro (COB) alcançar novamente o vice-campeonato no quadro de medalhas e vagas de atletas para as Olimpíadas. Como afirmou Jorge Bichara, chefe de missão do Brasil na disputa, “consideramos que os objetivos foram alcançados. O sarrafo para os Jogos de Santiago 2023 subiu”. Participaram da competição em Lima, 486 brasileiros. Desses, 236 conseguiram pelo menos uma medalha. O total de medalhistas foi de 133 homens e 103 representantes do sexo feminino.

Quase metade da delegação brasileira conquistou ao menos uma medalha

Delegação brasileira terminou em excelente colocação- Foto: Divulgação/COB

Atualizada às 12h35



Publicidade