Tik Tok é acusado de roubar dados e começa a ser “banido” em diversos países

12/08/2020 12:37

Nas redes sociais no Brasil, vários usuários também estão declarando que removeram o TiK ToK de seus equipamentos

O aplicativo chinês TiK ToK começa a ser alvo de investidas de diversos países. Encabeçando a lista estão os Estados Unidos da América, onde governo já iniciou algumas ações com objetivo de banir o aplicativo do território americano.

Também na França, o aplicativo chinês é  alvo de investigação, após o governo francês receber denúncias de que este estaria roubando dados dos usuários. 

O mesmo motivo alegado pelo governo do presidente Donald Trump.

tiktokFoto: Agência Brasil

 

No último mês de junho, o governo da Índia proibiu o aplicativo chinês, alegando que esses aplicativos “são prejudiciais à soberania, integridade da Índia, defesa da Índia, segurança do estado e ordem pública”. A declaração e do Ministério Tecnologia da Informação.

A proprietária do aplicativo é a empresa chinesa ByteDance, que também comercializa o WeChat,  uma espécie de concorrente do WhatsApp.

Privacidade de crianças 

O descumprimento por parte do TikTok de não proteger a privacidade de crianças, conforme o acordo feito em 2019, também está gerando outra investigação. 

Essa investigação está os cuidados da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos e do Departamento de Justiça.

A ação é fruto de várias denúncias encaminhadas aos órgãos.

Brasil 

Nas redes sociais no Brasil, vários usuários também estão declarando que removeram o TiK ToK de seus equipamentos.  

Nos últimos meses, o TikTok foi um dos aplicativos mais baixados para usuários de iOS e Android.