Segurança baleado por PM busca apoio financeiro para tratamento

Campanha de Bruno Adão, alvejado em desavença de trânsito, já alcança mais da metade da meta

Por Plox

12/10/2023 20h54 - Atualizado há 9 meses

Bruno Adão Gomes da Silva, de 35 anos, segurança e ex-motorista de aplicativo, mobiliza a sociedade em uma campanha de arrecadação virtual após ter sua vida drasticamente alterada. No dia 30 de setembro deste ano, Bruno foi baleado por um policial militar à paisana durante uma briga de trânsito na avenida Otacílio Negrão Lima, Belo Horizonte. A iniciativa financeira, hospedada no site Vakinha, tem como objetivo custear as despesas médicas e auxiliar na manutenção de suas necessidades básicas e de sua família.

 

Foto: Arquivo Pessoal + Vakinha / Reprodução

"Estou gastando o que não tenho com remédios e tratamento", desabafa Bruno, que, além de perder a visão do olho direito e possuir uma placa de titânio inserida no cérebro, também enfrenta dificuldades financeiras exacerbadas pela incapacidade de trabalhar. Separado e pai de três filhos, ele busca na solidariedade dos mais de 185 apoiadores – que já contribuíram com R$ 6.400,00 dos R$ 10.000,00 almejados – uma forma de aliviar os pesados custos do processo de reabilitação e adaptação.

 

O ocorrido que mudou tudo

A confusão na região da Pampulha teve início em um desentendimento de trânsito entre Bruno e um cabo da Polícia Militar, que estava em seu dia de folga. Um vídeo que ganhou as redes sociais mostra a escalada do confronto: inicialmente com o policial, trajando uma camisa branca, atacando o carro de Bruno com um capacete, seguido por uma troca de agressões físicas que culminou com disparos contra Bruno.

Este episódio ainda reverbera nas vidas dos envolvidos e acende discussões acerca da violência e das medidas tomadas por agentes da lei, mesmo fora do exercício de suas funções.

 

Como ajudar

A vaquinha online continua ativa e qualquer pessoa pode contribuir com a causa de Bruno Adão, acessando o site Vakinha e realizando uma doação. Enquanto isso, as investigações e os desdobramentos jurídicos do caso continuam, almejando trazer respostas e justiça a todas as partes afetadas.


 

Destaques