Fenômeno meteorológico causa meteotsunami em Santa Catarina

Onda gigante atinge Laguna, arrastando carros sem causar ferimentos

Por Plox

12/11/2023 08h57 - Atualizado há 8 meses

No último sábado, a cidade de Laguna, em Santa Catarina, foi palco de um fenômeno meteorológico raro e impressionante. Uma frente fria trouxe consigo um meteotsunami, uma onda gigante desencadeada por variações bruscas na pressão atmosférica. O evento ocorreu na região do Farol de Santa Marta, uma área onde o mar estava tranquilo antes da chegada da frente fria.

Reprodução Redes Sociais 

Diferenças entre Meteotsunami e Tsunami Comum

O MetSul Meteorologia esclarece que o meteotsunami é distinto de um tsunami comum, que normalmente é resultado de terremotos ou erupções vulcânicas submarinas. O meteotsunami depende de condições atmosféricas e de maré específicas para se formar, tornando-o um evento mais raro.

Impacto do Meteotsunami

Este fenômeno não só afetou a costa, mas também teve efeitos sobre o oceano, gerando ventos de até 73 km/h no Farol de Santa Marta. Em alto mar, estima-se que as rajadas foram ainda mais fortes, criando ondas que surpreenderam os frequentadores da praia de Laguna. Apesar do susto e dos danos materiais, como carros arrastados pela força da água, não houve registro de feridos.

 

Destaques