Reajuste do salário mínimo para 2024 fixado em R$ 1.412 pelo Governo e Congresso

A nova quantia fica ligeiramente abaixo dos R$ 1.421 previstos na proposta orçamentária do governo

Por Plox

12/12/2023 15h26 - Atualizado há 4 meses

A partir de janeiro de 2024, o salário mínimo no Brasil será ajustado para R$ 1.412, um aumento de R$ 92 em relação ao valor atual de R$ 1.320. Este aumento foi confirmado após cálculos realizados pelo portal g1 e validados por Felipe Salto, economista-chefe da Warren Investimentos e ex-diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), vinculada ao Senado Federal. A nova quantia fica ligeiramente abaixo dos R$ 1.421 previstos na proposta orçamentária do governo.

 

Foto: Agência Brasil

Vilma Pinto, atual diretora da IFI, projetou o salário mínimo em R$ 1.413 para 2024, arredondando o resultado da inflação até novembro deste ano, que é utilizada no cálculo. A definição do novo valor do salário mínimo segue a política permanente estabelecida pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), já sancionada pelo Congresso Nacional.

Esta política de valorização do salário mínimo, diferentemente dos mandatos de Michel Temer e Jair Bolsonaro onde o reajuste era definido anualmente pelo governo, agora inclui uma fórmula que combina a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 12 meses até novembro, conforme manda a Constituição, e o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores. O INPC registrado foi de 3,85%, conforme divulgado pelo IBGE nesta terça-feira (12), ao qual se adicionou a expansão de 3% do PIB de 2022.

Sem a nova fórmula, o governo ainda seria obrigado a ajustar o salário mínimo com base na inflação do período, o que elevaria o valor para R$ 1.370,82, considerando o acumulado dos 12 meses até novembro.

Destaques