Renato Cariani é alvo de operação da PF que mira tráfico de drogas e desvio de produto químico

Influenciador fitness com mais de 7 milhões de seguidores, é um dos alvos em investigação sobre desvio de produto para produção de crack

Por Plox

12/12/2023 09h32 - Atualizado há 4 meses

Na manhã desta terça-feira, a Polícia Federal desencadeou uma significativa operação contra o tráfico de drogas e o desvio de produtos químicos usados na produção de crack, focando suas ações em São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Entre os principais alvos está a empresa Anidrol, uma indústria química localizada em Diadema, na Grande São Paulo. Notavelmente, um dos sócios da Anidrol é o influenciador fitness Renato Cariani, que conta com uma base de mais de 7 milhões de seguidores nas redes sociais.

 

A operação, que envolveu a execução de 18 mandados de busca e apreensão, é fruto de uma colaboração entre a Polícia Federal, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público de São Paulo e a Receita Federal. As investigações apontam para um esquema de desvio de toneladas de um produto químico específico, supostamente usado para produzir entre 12 e 16 toneladas de crack.

Casa do influenciador fitness Renato Cariani — Foto: Divulgação/PF

 

Além de Cariani, outro suspeito chave no caso é Fabio Spinola, anteriormente preso por envolvimento em crimes semelhantes durante uma operação da PF no Paraná. Este caso ressalta a preocupação crescente com o desvio de substâncias químicas para a fabricação ilegal de drogas, uma questão que tem sido alvo de intensas investigações pelas autoridades brasileiras.

Destaques