Prefeito de Fabriciano formaliza a intenção para compra de vacina contra a Covid-19

De acordo com a PMCF , as doses são suficientes para imunizar aproximadamente 43 mil pessoas, total estimado dos grupos mais vulneráveis à infecção e quadros graves da doença

Por Plox

13/01/2021 20h03 - Atualizado há 12 dias

A Prefeitura de Fabriciano formalizou nesta quarta-feira, 13, a intenção de compra de 96 mil doses da vacina Coronavac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovc. As doses são suficientes para imunizar aproximadamente 43 mil pessoas, total estimado dos grupos mais vulneráveis à infecção e quadros graves da doença, já considerando a aplicação da 1ª e 2ª segunda dose.

 

O termo de intenção de compra do imunizante nacional foi assinado pelo prefeito Dr. Marcos Vinicius e será enviado pela Procuradora Jurídica do Município ao Butantã. O objetivo da Prefeitura de Fabriciano é acelerar os trâmites burocráticos, deixar toda a rede preparada para a vacinação e assegurar as doses necessárias para proteger o público-alvo e, consequentemente, a população da cidade.

 

“Vamos seguir os protocolos do programa nacional de imunização, do Ministério da Saúde, e orientações do Estado. Mas como sempre, Fabriciano sai na frente e já tem tudo planejado e pronto para vacinar os públicos prioritários em tempo recorde, além de um plano municipal alternativo para garantir a proteção dos fabricianenses”, afirma o prefeito, Dr. Marcos Vinicius. “Também iniciamos o processo de compra dos insumos, como seringas, e contamos com mais de 20 vacinadores já capacitados. O que gostaria de frisar é que, em Fabriciano, nada será impeditivo de vacinar a nossa população tão logo as doses sejam autorizadas e disponibilizadas”, completa.

Foto: Divulgação PMCF

 

ESTRUTURA PRONTA

De acordo com a administração municipal, o chefe do Executivo fabricianense foi um dos primeiros prefeitos do Brasil a entregar, diretamente ao Ministério da Saúde, informações referentes aos públicos prioritários, doses e estrutura da rede municipal para receber e aplicar as doses contra o Covid-19. O documento foi entregue em 16 de dezembro último, em Brasília, durante o lançamento do Plano Nacional de Imunização contra Covid-19.

 

Em Fabriciano, todas as 14 unidades básicas de saúde contam com salas de vacinas equipadas com câmaras frias, sistema de refrigeração com ar condicionado e equipe técnica capacitada. Além de estender o serviço a toda rede, o horário de atendimento foi ampliado e hoje é de segunda à sexta-feira, 7h às 16h.

 

O secretário de Saúde, Ricardo Cacau, completa ainda que o município manteve a equipe volante de vacinadores e antecipa que os idosos e população acamada serão imunizados a domicílio, como ocorrido na campanha de vacinação contra gripe, no início da pandemia. “Temos prontos os esquemas logístico e operacional de imunização para proteger, com segurança e num curto espaço de tempo, primeiramente, os grupos de risco”, afirma.

 

PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO

Também esta semana, a secretaria de Saúde de Fabriciano iniciou a compra de mais 5 mil testes rápidos para Covid-19. O teste é realizado conforme protocolo do Ministério da Saúde, e deve ser realizado por pacientes após 14 dias do início dos sintomas. Hoje, em Fabriciano, o teste rápido é realizado em todas as unidades de saúde, UPA 24 horas, Hospital Dr. José Maria Morais e Centro de Referência Covid-19.

 

“O teste tem fins epidemiológicos, ou seja, é para o município acompanhar e manter sob controle a evolução de casos. E é fundamental que o paciente, cumpra o isolamento social para não contaminar outras pessoas. Vale ressaltar que as pessoas do convívio íntimo e prolongado (as que moram na mesma casa) também fiquem atentas e evitem o contato com outros”, explica a secretária-adjunta de Saúde, Vania Tavares.

 

O município mantém o serviço de Teleorientação – Eu Saúde, para tirar dúvidas e orientação via whats app, sem sair de casa. O telefone é 31 9 8942 3003. Em caso de sintomas gripais moderados, o paciente deve procurar o Centro de Referência Covid-19, na Rua Albert Charlet, s/n, Centro. Já o paciente que estiver com sintomas mais graves, como falta de ar, deve procurar a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas, no Silvio Pereira II, ou Hospital Dr. José Maria Morais, no Santa Helena.

 

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

A partir desta quarta-feira, 13, o Boletim Epidemiológico vai informar os dados de Covid-19 relativos a 2021, quando também inicia o novo ano epidemiológico – num total de 53 semanas, começando a partir do dia 1º de janeiro. Os números de 2020 foram informados e estão disponíveis nas páginas da rede social do Hospital Dr. José Maria Morais, www.facebook.com/hospitalhjmm, no site da Prefeitura de Coronel Fabriciano, covid.fabriciano.mg.gov.br/  e junto a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e Sistema Nacional de Agravos e Notificações (SINAM). O Boletim Epidemiológico é divulgado diariamente.

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021