Conhecida como 'pílula da ressaca', medicamento promete acabar com incômodos sintomas

13/06/2019 11:16

De origem brasileira, a pílula tem como ‘pai’ o estudante Adelson Araújo, além de uma farmacêutica e um bioquímico

Publicidade

Os sintomas da ressaca são bastante incômodos e incluem, desde de dor de cabeça, enjoo, vômito, até um mal-estar sem tamanho. Mas, o DetoxEtil chegou com a promessa de melhorar tudo isso. O remédio tem sido divulgado como a ‘pílula da ressaca’ e promove uma desintoxicação no organismo, combatendo o incômodo. Na composição do DetoxEtil há a L-Cisteína, as vitaminas C e E, que também são antioxidantes, e o magnésio, tem vitaminas, minerais e aminoácidos.

ressaca

Entre os sintomas da ressaca está a dor de cabeça- Foto: Pixabay/Imagem Ilustrativa


Para que haja um real efeito, é importante que o usuário consuma uma cápsula antes de ingerir álcool e duas depois que terminar de beber. O recomendado é tomar uma cápsula de duas em duas horas durante o consumo, se a pessoa beber durante um período maior. Se o mal-estar continuar durante o dia seguinte, mais uma cápsula depois do café da manhã deve ser consumida. A pílula deve ser ingerida com a maior quantidade de água possível, antes e após o consumo de bebidas alcoólicas. 


De origem brasileira, a pílula tem como ‘pai’ o estudante Adelson Araújo, que se debruça sobre o tema ressaca há cerca de quaro anos. Juntamente de uma farmacêutica e um bioquímico, ele desenvolveu e trabalhou a fórmula. “Decidi criar uma solução para a ressaca porque sempre sofria muito após ir a festas e sair com amigos, ficava o dia inteiro mal e indisposto”, disse ele. Conforme Adelson, a desidratação não é o grande problema da ressaca, mas sim, a intoxicação. Ele esclarece que “por isso a pessoa bebe um 'caminhão' de água, e mesmo assim, não melhora, pois a toxina resultante da metabolização do álcool, o acetadeído, é 30 vezes mais tóxica que o próprio álcool”.

Atualização 17h06



Publicidade