Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Justiça nega pedido de prisão de policiais rodoviários envolvidos na morte de Genivaldo

    O pedido da prisão foi realizado pela defesa da família de Genivaldo

    Por Plox

    13/06/2022 23h10 - Atualizado há 20 dias

    Foi negado pela Justiça Federal, em Sergipe, o pedido de prisão dos três policiais rodoviários federais que estavam envolvidos na morte de Genivaldo Santos, de 38 anos, no município de Umbaúba.

    O vídeo que viralizou na época, mostra o momento em que Genivaldo e colocado em uma viatura da PRF e os policiais tentam conter o homem que não concordava com a ação. Pouco depois, uma fumaça toma conta do carro e Genivaldo para de se mexer.

    O pedido da prisão foi realizado pela defesa da família do homem, mas eles ainda não se manifestaram sobre a decisão.  De acordo com as informações, o Juízo considerou prejudicado o pedido da prisão preventiva. Ainda de acordo com o Juízo, apenas o Ministério Público Federal e autoridade policial pode solicitar a prisão nesta fase de investigação.

     

     

    Foto: reprodução/ vídeo

     

    Conforme os detalhes, o boletim de ocorrência registrado pelos policiais na época do fato não condiz com as imagens que circularam nas redes sociais. Os policiais que estavam na viatura no dia Kleber Nascimento Freitas, Paulo Rodolpho Lima Nascimento e William de Barros Noia, foram afastados do cargo.

    Na época, a Polícia Rodoviária Federal ainda ressaltou que estava afastando os agentes por não compactuarem com a ação realizada por eles. Os policiais envolvidos afirmaram que foi usado spray de pimenta e gás lacrimogêneo. Ao todo, cinco policiais prestaram depoimentos.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]