Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Minas Gerais investiga primeira morte no mundo de varíola dos macacos

    Óbito suspeito é de um paciente morador de Uberlândia, no Triângulo Mineiro

    Por Plox

    13/06/2022 13h21 - Atualizado há 13 dias

    A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou, no último sábado (11), uma morte suspeita de monkeypox, doença conhecida como Varíola dos Macacos. O paciente é de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

    De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até o momento nenhum óbito de pacientes com a doença foi registrado no mundo. Caso a morte em Minas Gerais seja confirmada, o Brasil pode registrar a primeira morte no mundo.

    Amostras foram coletadas e enviadas para o laboratório da Funed. Todos os dados clínicos também serão avaliados pela equipe técnica da Secretaria Estadual e do Ministério da Saúde para classificação e encerramento do caso. A SES-MG, a SRS Uberlândia e as secretarias municipais de Saúde de Araguari e Uberlândia estão investigando o caso e monitorando os contatos próximos. Demais dados quanto ao caso não serão divulgados para preservar a privacidade e individualidade do paciente, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP)", diz o comunicado da secretaria.

    Em Minas Gerais, nenhum outro caso foi confirmado até então. Nesse domingo (12), o Ministério da Saúde confirmou o terceiro caso de varíola dos macacos no país. O paciente é morador do Rio Grande do Sul e tem histórico de viagem em Portugal. 

    "Todas as medidas de contenção e controle foram adotadas imediatamente após a comunicação de que se tratava de um caso suspeito de monkeypox, com o isolamento do paciente e rastreamento dos seus contatos, tanto nacionalmente quanto do voo internacional, que contou com o apoio da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)", diz a pasta, em nota.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]