Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Secretário de esportes mata ex-namorada a tiros no Leste de Minas

    Segundo a Polícia Civil, o acusado fugiu do local após o crime e ainda não foi localizado

    Por Plox

    13/07/2021 16h53 - Atualizado há 3 meses

    A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) continua com as investigações e as buscas para localizar Anderson Christian de Oliveira, secretário de Esporte de São José do Jacuri, acusado de matar a tiros a ex-namorada, uma jovem de 23 anos.

    Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu no último domingo (11), em um sítio na zona rural de São Pedro do Suaçuí, no Leste de Minas Gerais. A jovem, identificada como Natália Epifânia, foi morta em um evento, no qual estavam outras pessoas.

    Conforme divulgado pela PCMG, o secretário é suspeito de ter efetuado disparos contra a ex-namorada. A jovem estava em uma festa, o secretário teria chegado no local, de posse de uma arma de fogo, e efetuados três disparos em direção a cabeça da jovem. Ela foi atingida e morreu no local.

    Natália foi morta a tiros. Foto: reprodução/ Redes Sociais

     

    Após o crime, o suspeito teria tentado se desfazer da arma e fugido do local, não sendo localizado. Rodrigo Nalon, delegado responsável pela apuração do caso, relatou que seguem as diligências para localizá-lo.

    "Assim que tomamos conhecimento dos fatos, iniciamos as investigações. Podemos dizer que, conforme elementos já levantados pela Polícia Civil, a autoria e a materialidade do crime estão definidas. O suspeito é ex-namorado da vítima. Representamos, então, pela prisão dele junto ao Poder Judiciário e estamos em diligências com o objetivo de prendê-lo", afirmou.

    Rodrigo Nalon disse ainda que também foi determinada a inclusão do nome do acusado na lista vermelha da Interpol. “A lista de difusão vermelha funciona como um alerta para que os aproximadamente 190 países-membros da instituição saibam que há mandados de prisão pendentes contra criminosos procurados em seus países de origem, permitindo que sejam presos e extraditados”.

    Mandados de busca e apreensão

    Nesta terça-feira (13), em continuidade às diligências, equipes da Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar (PM), estiveram em São José do Jacuri, cidade de residência do suspeito, onde cumpriram mandado de busca e apreensão na residência e no domicílio profissional dele.

    De acordo com a os policiais, durante a ação foram apreendidos diversos documentos e um notebook, que serão devidamente analisados e periciados. A PCMG continua investigando o caso e com as buscas para prender o acusado.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]