Alexandre Frota é expulso do PSL após infidelidade partidária

13/08/2019 15:20

Estopim da crise entre deputado e o partido se deu por conta da reforma da previdência

Publicidade

O PSL, Partido Social Liberal, do presidente Jair Bolsonaro, expulsou nesta terça-feira (13), o deputado federal Alexandre Frota. A decisão foi tomada após uma reunião com líderes da legenda em Brasília, entre eles a deputada Carla Zambelli (SP) e o senador Major Olímpio (SP). 

O motivo para o desligamento de Frota seria infidelidade partidária. A situação ficou insustentável após criticar abertamente o presidente Bolsonaro, além de abster-se de votar o segundo turno da pauta da reforma da previdência.

Recentemente o ex-ator pornô declarou ao jornal Correio Brasiliense a sua insatisfação com o atual presidente da república. Entre algumas frases polêmicas, declarou que “o Bolsonaro só buscava os aliados quando o Planalto tinha suas necessidades”, e também disparou contra seus ex-colegas de legenda dizendo que eles “não tem coragem pra falar”. 

Michael Jesus

Apesar de não ter partido até o momento, Frota segue com seu mandato normalmente. 
 



Publicidade