Lei da Palmada: Damares defende que família tenha autonomia na educação dos filhos

13/08/2019 17:00

Ela afirmou que os “filhos pertencem aos pais e não ao estado”, porém, ressaltou que é contra castigos físicos às crianças

Publicidade

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, foi questionada nessa terça-feira, 13 de agosto, sobre como ela observa a Lei da Palmada, que proíbe o uso de castigos físicos na educação de crianças e adolescentes. A chefe da pasta foi perguntada sobre o tema e afirmou que os “filhos pertencem aos pais e não ao estado”, porém, ressaltou que é contra castigos físicos às crianças. 

Em sua passagem por Belo Horizonte, Damares afirmou: “Temos que ter muita atenção e cuidado com isso, nenhuma interferência estatal na família, com um detalhe: o estado tem que preservar a integridade física da criança. Os agressores serão punidos e acompanhados, mas a família tem a autonomia na educação dos seus filhos”.

Damares

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ela afirmou ainda que tentará levar a Lei Maria da Penha para o âmbito escolar e comentou sobre o aumento de assassinato de mulheres no país, salientando que virá “um novo tempo” para aqueles que agridem as mulheres: “Ah, agressores de mulheres se preparem, é um novo tempo, um novo governo, e a gente manda um recado: Acabou para vocês, nós vamos proteger as mulheres de verdade no Brasil”, assegurou.

Atualizada às 9h37
 



Publicidade