MEC divulga IGC e Unileste mais uma vez é referência no ensino superior no Vale do Aço

13/12/2019 08:35

Outro resultado positivo da IES foi a conquista do primeiro lugar no ranking das melhores Instituições de Ensino Superior (IES) particulares do estado de Minas Gerais

Publicidade

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nessa quarta-feira (11), o Índice Geral de Cursos (IGC), um dos principais indicadores nacionais de qualidade da educação superior. O Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais conquistou IGC 4, certificando sua excelência. Desde 2007, ano que iniciou o cálculo do indicador, o Unileste é a única Instituição de Ensino Superior privada com esse resultado na Região Metropolitana do Vale do Aço.

Segundo o reitor do Unileste, Dr. Genésio Zeferino, o bom desempenho na avaliação é resultado do comprometimento da comunidade acadêmica. “O resultado culmina uma série de excelentes resultados conquistados em 2019, ano em que celebramos o nosso jubileu de ouro. A revelação do Índice Geral de Cursos constata a responsabilidade e o desempenho de excelência dos estudantes que se formam no Centro Universitário e de todos os seus colaboradores. Tudo isso transparece os esforços da IES para a atualização pedagógica, o uso de metodologias ativas, as atividades práticas em sintonia com as necessidades do mercado, os projetos integrados à pesquisa, iniciação científica e extensão, e a forte inserção na comunidade”, avalia o reitor.

Unileste

Foto: divulgação/Unileste
 

O cálculo do IGC é realizado anualmente e leva em consideração a média do Conceito Preliminar do Curso (CPC) dos últimos três anos e a avaliação dos cursos de pós-graduação de cada instituição de ensino superior. Dessa forma, o resultado divulgado compreende a análise de cada curso de graduação da Instituição nos anos de 2016, 2017 e 2018. O Índice varia de 1 a 5 e as instituições com notas 4 e 5 são consideradas de excelência.

 Como método de análise, o CPC e o IGC consideram os resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), que avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação. Nesse sentido, são considerados os conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial e a satisfação dos universitários com as IES, feito por meio de questionário.

 

Mais conquistas

Os resultados institucionais não param por aí. Em março de 2019, o Unileste passou pelo Recredenciamento do MEC e conquistou a nota máxima: 5. A visita da Comissão Avaliadora comprovou a elevada qualidade do ensino oferecido, a qualificada infraestrutura e capacitação dos profissionais da instituição e a proposição de metodologias ativas aos estudantes. Além disso, a instituição também teve atestada a sua pertinência social, por meio de projetos e iniciativas que contribuem diretamente para o desenvolvimento regional, e o forte incentivo ao aperfeiçoamento constante do corpo docente e administrativo.

Outro resultado positivo da IES foi a conquista do primeiro lugar no ranking das melhores Instituições de Ensino Superior (IES) particulares do estado de Minas Gerais, nos quesitos impacto na carreira e avaliação dos estudantes. O ranking foi realizado pela Catho Educação, unidade de capacitação educacional para aprimoramento de carreiras profissionais.

 

Ensino Superior

O Centro Universitário oferece 23 cursos de graduação nas áreas de comunicação, gestão e negócios, saúde, engenharias e educação. Além de cursos de pós-graduação e opções de formação e atualização profissional na modalidade Educação a Distância (EAD). Presente há 50 anos no Vale do Aço, o Unileste se consolidou como o maior e melhor Centro Universitário da região, segundo avaliação do Ministério da Educação, Guia do Estudante, Catho Educação e Ranking Universitário da Folha.
 



Publicidade