WhatsApp detecta vulnerabilidade no sistema e pede que usuários o atualizem

14/05/2019 10:21

Publicidade

WhatsApp detectou uma falha de segurança em seu sistema para Android (Google) e iOs (Apple), nesta a terça-feira, 14 de maio. A empresa recomendou que 1,5 bilhão de usuários em todo o mundo atualizem o aplicativo para sua versão mais recente. Uma vulnerabilidade detectou que hackers poderiam instalar spyware em alguns aparelhos e acessar informações dos telefones.

WhatsApp foi comprado por Facebook em 2014 Ritchie B. Tongo/EFE – 07.04.2016

Foto: Ritchie B. Tongo/EFE

O WhatsApp ainda não conseguiu definir quantos usuários foram afetados. A falha foi descoberta no início deste mês e já foi explorada pela NSO Group, empresa israelense que já foi responsável pela criação de um software principal suspeito por trás do programa de espionagem. A vulnerabilidade foi descoberta há poucos dias.

A ferramenta Pegasus foi utilizada como maneira de comprovar a falha de segurança. Dessa forma, ao começar uma chamada de vídeo ou de áudio no app, o spyware conseguiu entrar em ação e ser ativado remotamente.

Com isso, foi possível acessar fotos, e-mails, mensagens, localização, microfones e câmeras do smartphone. O spyware pode ser ativado ainda que a pessoa não atenda a ligação, sendo que ele também não deixou rastros no aparelho. Por este motivo, O WhasApp recomenda que todos os que utilizam o aplicativo o atualizem. Uma atualização de emergência foi disponibilizada.

Atualizada às 12h25



Publicidade