Quem é o médico que foi encontrado morto em abrigo no Rio Grande do Sul?

Leandro Medice, de 41 anos, é encontrado morto em abrigo enquanto auxiliava vítimas das enchentes

Por Plox

14/05/2024 07h00 - Atualizado há 6 dias

O médico Leandro Medice, de 41 anos, originário do Espírito Santo, faleceu em circunstâncias trágicas enquanto prestava assistência às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. O fato ocorreu em um abrigo em São Leopoldo, onde Medice foi encontrado sem vida na manhã desta segunda-feira. Suspeita-se que a causa da morte tenha sido um mal súbito.

Foto: reprodução redes sociais

 

Conhecido por sua saúde robusta e sem histórico de doenças, Medice estava em sua primeira missão humanitária. "Ele era muito saudável, sempre cuidou da saúde. Nunca teve histórico nenhum de problemas. Eu ainda não consigo acreditar no que aconteceu. Quando me contaram, pensei que fosse brincadeira", expressou João Paulo Martins, acupunturista e marido de Medice, com quem compartilhava a vida há seis anos.

A viagem para o Rio Grande do Sul coincidiu com o Dia das Mães, deixando uma mensagem emocionante de sua mãe, Andrea Medice, que celebrou a coragem do filho. "Que lindo!!! Deus os acompanhe e conserve esse amor em seus corações. Esse é um presente que jamais sairá das minhas lembranças. Feliz Dia das Mães para todas nós", comentou ela em uma rede social.

Leandro Medice, que inicialmente se formou em Fisioterapia antes de seguir carreira em Medicina com especialização em Cardiologia, tinha se dedicado nos últimos anos à especialidade de estética capilar, trabalhando com o marido em uma empresa localizada na Praia da Costa, em Vila Velha. Durante nove anos, ele também fez parte do corpo clínico do Hospital Evangélico de Vila Velha, atuando como médico intensivista.

A comunidade médica e amigos lamentam profundamente a perda. Michel Sabino, advogado e paciente de Medice, destacou seu caráter afetivo e profissional: "Ele era um ser humano que contagiava aos que estava ao seu redor. Um profissional atencioso, um filho base da família, um amigo presente e incansável em fazer o bem".

O Hospital Evangélico de Vila Velha divulgou uma nota expressando pesar pela morte do médico, refletindo o sentimento de todos que o conheceram e foram tocados por sua dedicação e bondade.

Destaques