PMI reforça cuidados em tratamento medicamentoso em suspeitos de Covid-19

14/07/2020 12:54

Os medicamentos só são prescritos por um profissional médico

A Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, voltou a reforçar sobre os cuidados no tratamento medicamentoso em pacientes com sintomas da Covid-19. Desde o último mês, médicos das Unidades Básicas de Saúde de Ipatinga já são orientados para o tratamento contra a doença coronavírus, mesmo em casos de pacientes suspeitos.

Os medicamentos só são prescritos por um profissional médico. Caso o paciente aceite o tratamento, ele deverá assinar um termo de consentimento, dando ciência de que está recebendo um tratamento que ainda não está completamente elucidado quanto à eficácia em relação à doença. 

cloroquinaFoto: Divulgação FioCruz
 

Liberação dos medicamentos

Os medicamentos são receitados durante uma consulta na Unidade Básica de Saúde, e caso o paciente assine o termo de consentimento, ele deverá se dirigir à Policlínica, no bairro Cidade Nobre, para fazer a retirada dos mesmos. A liberação dos medicamentos é feita após constatar que de fato o paciente passou pelo atendimento médico na Unidade de Saúde, retenção da receita e cópia do Termo de Ciência e Consentimento. 

O município reforça que aos profissionais que é vedada a prescrição médica sem avaliação médica, conforme parecer do Conselho Federal de Medicina. 

“O que a gente salienta é que a Unidade Básica não fará a troca de receita sem que o paciente passe por uma avaliação médica na unidade. Além disso, estamos redobrando nosso monitoramento durante o uso dos medicamentos. Se uma pessoa sem sintomas consulta no lugar de outra, apenas para conseguir pegar os medicamentos, nós não iremos conseguir fazer o acompanhamento correto e com segurança para o paciente que de fato está suspeito da doença”, explica Érica. 

O monitoramento dos pacientes que que receberem a prescrição dos medicamentos será feito depois de 24 horas a partir do início do tratamento até o 5° dia, sendo o paciente solicitado a informar qualquer caso de piora dos sintomas ou aparecimento de novos. O acompanhamento é feito por profissionais da saúde por telefone ou chamada de vídeo.