Investigação revela: Jovem forçado a usar entorpecentes pelo pai e vizinhos morre de overdose

Inicialmente, os sinais encontrados no corpo do jovem não indicavam nada além de uma overdose comum

Por Plox

14/08/2023 09h52 - Atualizado há 10 meses

Em março de 2023, um caso chocante veio à tona no estado do Alabama, nos Estados Unidos. Landon Tyler Rader, um jovem de 26 anos, foi encontrado morto, e os primeiros indícios apontavam para uma típica overdose. No entanto, a realidade que se desvendou após meses de investigação foi muito mais perturbadora.

 

Foto: Reprodução / Facebook - @JamieRader

O xerife Nick Smith, encarregado do caso, compartilhou que, inicialmente, os sinais encontrados no corpo do jovem não indicavam nada além de uma overdose comum. O que não se sabia era que a ingestão da droga havia sido forçada, diferenciando esse caso dos demais.

“O que torna este mais significativo do que uma overdose normal é que foi uma ingestão forçada”, afirmou Smith, destacando a gravidade e a singularidade do ocorrido.

 

Indiciamento dos Acusados e Detalhes do Crime

O aprofundamento da investigação levou à acusação de Jamie Landon Rader, 48 anos, pai da vítima, e dos vizinhos Ryan Dustin Clark, 24, e Tonya Raye Keene, 43. Os três foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado, homicídio culposo e distribuição ilegal de substância química.

A vítima foi forçada pelo pai e pelos vizinhos a consumir metanfetamina. O que tornou o caso ainda mais terrível foi o comportamento dos acusados após a ingestão forçada das drogas. O pai da vítima, Jamie, teria até mesmo sorrido ao tirar a foto para registro após ser indiciado.

O xerife Nick Smith enfatizou a falta de humanidade dos acusados, apontando que eles não apenas forçaram Landon a ingerir as drogas, mas também falharam em chamar ajuda. "Se tivessem entrado em contato com a polícia ou hospital, o jovem estaria vivo hoje", lamentou Smith.

O caso continua a gerar uma grande comoção, e a comunidade local aguarda com expectativa o desfecho deste crime horrendo que tirou a vida de um jovem e expôs uma cruel realidade dentro do próprio lar. (Com informações de NY Post)

Destaques