Zezé Di Camargo revela mudanças nos rumos da dupla com Luciano para 2024

A diminuição dos shows e o futuro incerto da dupla

Por Plox

14/08/2023 10h51 - Atualizado há 10 meses

Zezé Di Camargo fez declarações surpreendentes sobre o futuro da famosa dupla sertaneja com seu irmão Luciano. Durante uma entrevista ao podcast Pod ou Quá, ele revelou planos para uma significativa redução no ritmo de shows da dupla a partir do próximo ano, embora tenha assegurado que não há intenções de encerrar as atividades musicalmente.

 

 

Foto: Zezé Di Camargo e Luciano - Reprodução/Instagram

"Estamos pensando em diminuir a quantidade de shows no ano que vem. A felicidade do irmão é o que mais importa, e se a dupla não existir mais em um ou dois anos, será consequência de já termos cantado muito juntos", afirmou Zezé Di Camargo.

Apesar de uma diminuição prevista na agenda, a decisão foi apresentada de forma cuidadosa, enfatizando que essa alteração no ritmo não significa o fim da dupla.

 

Questões de Saúde e Projetos Paralelos: O que Esperar da Dupla

Zezé Di Camargo também refletiu sobre seu desempenho vocal, admitindo que sua voz não tem mais a mesma potência que no início da carreira, e as apresentações ao redor do Brasil têm sido marcadas por desafinações frequentes.

"Fazer 17 shows por mês, como aconteceu em junho, não é mais necessário. A idade também não permite. Canto duas horas, e já preciso descansar, fazer exercícios de voz", confessou o cantor, que está noivo de Graciele Lacerda.

Além dos planos para a diminuição dos shows, ele também destacou os projetos paralelos tanto dele quanto de Luciano. "Luciano vai se dedicar às coisas gospel que ele aprecia muito, e acredito que no próximo ano diminuiremos bastante a agenda da dupla. Ele está em ótima forma vocal, e tem muita energia pela frente", explicou Zezé Di Camargo.

A entrevista revela uma nova fase na carreira da famosa dupla sertaneja, indicando uma reavaliação cuidadosa de seus compromissos e planos, ajustando-os à realidade atual da vida e da carreira dos irmãos. Com a redução de shows e o foco em projetos paralelos, os fãs podem esperar uma evolução musical que valoriza a saúde e a satisfação dos artistas, sem indicar um adeus definitivo aos palcos.

Destaques