Escolas municipais de Fabriciano voltam às aulas presenciais no dia 18 de janeiro

De acordo com a PMCF, o protocolo rígido de prevenção ao Covid-19 e equipamentos de proteção individual para alunos e professores fazem parte da nova rotina

Por Plox

15/01/2021 17h53 - Atualizado há cerca de 1 mês

Segunda-feira, dia 18, cerca de 7 mil alunos da Pré-escola da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, da rede municipal de ensino de Coronel Fabriciano retornam às aulas presenciais alternadas. Apenas menores de quatro anos, que frequentam as creches,  continuarão em casa, recebendo atividades pedagógicas remotas. Alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) também retornam às atividades educacionais dia sim, dia não. A proporção de 50% vale para todos.

Em novembro de 2020, alunos de 5 escolas, do 6º ao 9º ano retornaram ao ensino de forma experimental, o que serviu de parâmetro para a decisão do município de retomar às aulas nas escolas presencialmente, agora de forma mais segura. O Secretário de Governança Educacional diz que o resultado obtido em novembro foi positivo.

“Entre 23 de novembro e 18 de dezembro, tivemos uma experiência extremamente salutar. A ocupação das salas de aula atingiu até 70% em alguns dias e não registramos nenhum caso de contaminação entre aluno ou professor, o que nos dá margem para tomar essa decisão agora”, afirma Serra.

Foto: Divulgação PMCF

 

Para aumentar ainda mais a segurança de alunos e servidores da educação, o município adquiriu um item a mais, o protetor facial de plástico, que será entregue a todos. A lista dos itens que compõem o kit de proteção inclui ainda a máscara e o álcool gel, além do termômetro para medir a temperatura antes de entrar na escola.

Dentre as medidas, também foram estabelecidos critérios de divisão das turmas pela metade e distanciamento entre alunos de 2 metros. As escolas receberão um documento intitulado Guia de Implementação de Protocolos de Retorno das Atividades Presenciais. O conjunto de normas obrigatórias será entregue aos diretores e vices das escolas para uniformizar os procedimentos em toda a rede de modo que as escolas, em conjunto, seguirão os mesmos critérios. Além do guia, a Secretaria de Governança Educacional imprimiu 10 mil unidades de um Manual de Volta às Aulas com Segurança, que traz orientações para os educadores, servidores, alunos e pais. O documento, baseado em protocolos nacionais e internacionais, orienta sobre medidas coletivas dentro das escolas, medidas individuais, dá dicas de higiene e etiqueta.

Foto: Divulgação PMCF

 

“Preocupamo-nos inclusive com medidas de prevenção fora do ambiente escolar, como no retorno para casa. Orientamos as crianças a não abraçar seus pais, avós ou tios, antes de higienizar o protetor facial, lavar a máscara, tirar o uniforme e tomar banho. Creio que se todos adotarem os procedimentos teremos menos infecções por Covid”, afirma Serra.

A administração municipal ressalta que a decisão de antecipar o retorno das aulas para 18 de janeiro se deve ao fato de poder garantir o recesso de meio do ano, na segunda quinzena de julho e primeira quinzena de agosto, período em que a pandemia teve um pico em 2020. 
 

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021