BR-381: com apoio do Exército, Dnit inicia recuperação entre Timóteo e João Monlevade

Os serviços estão sendo executados no trecho situado entre o km 263 e o km 343

Por Plox

15/03/2022 13h50 - Atualizado há cerca de 2 anos

Nessa segunda-feira (14), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em parceira com o Exército brasileiro, deu início aos serviços de recuperação do trecho da BR-381, entre Timóteo, no Vale do Aço, e João Monlevade, Minas Gerais.

Segundo o órgão, os trabalhos visam diminuir os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região. Os serviços estão sendo executados no trecho situado entre o km 263 e o km 343.

Foto: divulgação/ Dnit

 

Após as chuvas, o Exército vai realizar o trabalho de manutenção estrutural da BR-381, que passará a integrar o cronograma de atuação do Dnit. A ação, conforme a autarquia, visa melhorar a qualidade e garantir integridade e a segurança dos usuários da rodovia.

As ações executadas pela Autarquia atendem à diretriz cujo objetivo é assegurar a manutenção deste trecho da rodovia até que a concessão seja formalizada.

 

Leilão da rodovia foi cancelado
Em fevereiro deste ano, a Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) decidiu suspender o leilão da BR-381/262, entre os estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

A motivação do cancelamento seria falta de empresas interessadas em pegar a concessão dos trechos leiloados. Os trechos que estavam sendo leiloados estão passando por grandes problemas por conta das chuvas que assolaram Minas Gerais em janeiro deste ano.

Em Nova Era-MG, ocorreu uma afundamento da rodovia. Foto: divulgação/ PRF

 

Em Nova Era-MG, no trecho 321 da BR-381, a pista foi completamente interditada no dia 14 de janeiro, após um afundamento na pista, ocasionado por uma movimentação de terra, ficando o trecho fechado por cerca de 15 dias. No km 342, em Bela Vista de Minas, o trânsito também está ocorrendo em um desvio, por conta de um afundamento na pista.

Desvio de Nova Era. Foto: reprodução

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) fez um desvio, em uma área ao lado do afundamento, porém, nesse período chuvoso, o local tem sofrido alguns problemas e causando lentidão.

Desvio em Bela Vista de Minas. Foto: divulgação/PRF

 

Muito utilizada por conta do problema em Nova Era, a BR-262 também sofreu paralisação total no km 96 da rodovia em Abre Campo, na Zona da Mata de Minas Gerais. Um desvio também foi feito no local, para que veículos pudessem passar.

Trecho da BR-262, em Abre Campo. Foto: reprodução

 

Com esses dois graves problemas, ainda sem divulgação de solução e previsão para início de obras, o leilão foi cancelado. Segundo a ANTT, a motivação do cancelamento é para que o edital possa ser aperfeiçoado.

Não foram divulgadas mais informações específicas do que não estaria em conformidade no edital, para que pudesse ser aperfeiçoado. O edital foi divulgado em 2021, porém, em janeiro as rodovias tiveram graves problemas. Não foi divulgada uma nova data para liberação do edital melhorado e nem de um novo leilão.

 

 

Destaques