Bolsonaro se reúne com advogado que trata do caso da facada

15/04/2019 16:58

Encontro com Sérgio Pitombo foi feito para tratar do andamento dos processos em que ele atua como advogado do presidente

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o advogado Sérgio Pitombo se reuniram nesta segunda-feira, 15 de abril, no Palácio do Planalto. O defensor atua no caso contra Adélio Bispo, autor da facada no presidente em setembro passado, durante campanha eleitoral em Juiz de Fora.

Pitombo atua como advogado de Bolsonaro também no caso contra a deputada federal Maria do Rosário (PT/RS). Relativo a esse processo, o presidente é réu por injúria e incitação ao estupro, quando houve uma discussão entre a parlamentar e o presidente (na ocasião, deputado federal), em 2003. 

O defensor afirmou que a reunião desta segunda-feira foi simplesmente para que o presidente soubesse dos trâmites, do andamento dos processos em que ele atua para Bolsonaro. "Dar uma satisfação de como estavam, apenas isso”, minimizou. O caso Maria do Rosário está suspenso desde o início do ano porque a Constituição Federal proíbe que o presidente seja responsabilizado por atos anteriores ao mandato.

Bolsonaro se encontrou com advogado que cuida do caso Adélio e Maria do Rosário

Bolsonaro se encontrou com advogado que cuida dos casos Adélio Bispo e Maria do Rosário-  Foto: Agência Brasil

Andamentos

O processo da deputada contra o presidente se encontra suspenso desde janeiro, pois, a Constituição Federal proíbe que o presidente seja responsabilizado por atos anteriores ao pleito.

Já o processo que apura a facada contra Bolsonaro, um dos últimos andamentos foi o parecer do Ministério Público Federal (MPF) enviado à Justiça Federal em Juiz de Fora (MG). O MPF concluiu que Adélio é semi-imputável, que não tem total capacidade de compreender que o ato cometido contra Bolsonaro era errado, portanto, com essa conclusão, Adélio pode ter uma pena reduzida se for condenado.

Atualizada às 17h50



Publicidade