Governo anuncia reajuste do mínimo sem ganho real a partir de 2020

15/04/2019 15:49

Equipe econômica informa que correção será apenas pela inflação. Para o ano que vem o salário mínimo será de R$ 1.040

Publicidade

A partir de 2020, o salário mínimo será reajustado apenas pela inflação do ano anterior, ou seja, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). A decisão foi tomada pela equipe da Economia do governo e foi anunciada no final da tarde desta segunda-feira, 15 de abril.

O índice de reajuste para 2020 a 2022 está no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO 2020). O governo definiu pelo fim do aumento real do mínimo, que hoje está em R$ 998. Esta política de reajuste salarial era praticada desde 2011, e foi estabelecida pela presidente Dilma Rousseff.

De acordo com a nova política de aumento de salário, o mínimo passará a ser de R$ 1.040. Já em 2021, o valor será de R$ 1.082. Em 2022, a previsão é de R$ 1.123. 

Salário mínimo terá correção apenas pela inflação a partir do ano que vem Marcello Casal/Agencia Brasil

Salário mínimo hoje está em R$ 998- Foto: Marcello Casal/Agência Brasil


A opção de reajuste pela inflação foi a mais viável, segundo mostraram estudos técnicos, do governo e de instituições independentes. Conforme esses estudos, não há espaço nas contas do governo para dar o mínimo reajuste além da inflação oficial. 

A equipe econômica havia esclarecido que caso a decisão fosse pelo aumento real, a Previdência teria um déficit ainda maior. Com isso, num futuro muito próximo, o governo não conseguiria cumprir o teto de gastos, o que acarretaria sérias sequelas.

Nesse caso, um exemplo é que servidores públicos teriam os salários congelados, não recebendo nem mesmo reposição pela inflação.

Passíveis de alteração

A decisão do governo pode não agradar muita gente, mas, conforme esclarece o secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues Júnior, a previsão de aumento do salário mínimo apenas pela inflação pode, no entanto, ser modificada até dezembro de 2019.

Neste último mês do ano o governo deve enviar um projeto de lei contendo a nova política de reajuste do piso salarial.

Atualizada às 18h51



Publicidade