Homem transforma tubos de PVC em comedouro e bebedouro para animais de rua

15/04/2019 12:00

A ideia veio depois que a ex-mulher o sugeriu, após ver iniciativa semelhante na internet

Publicidade

O amor à causa animal inspirou o agente socioeducativo Marcos Silva Fiúza a encontrar uma alternativa sustentável e solidária como forma hde prover alimentos e água aos animais de rua. O agente de 36 anos transforma tubos de PVC (canos para construção civil) em bebedouros e comedouros para cães em Casa Branca, interior de São Paulo.

A ideia veio depois que a ex-mulher o sugeriu, após ver iniciativa semelhante na internet. Marcos, que tem quatro cães em casa, fez o primeiro comedouro em frente sua residência e depois de ver tantos animais abandonados nas ruas, resolveu fazer mais quantidade.

 

Casinha de cachorro personalizada — Foto: Arquivo Pessoal

Casinha de cachorro fez sucesso e até encomendas Marcos tem recebido — Foto: Arquivo Pessoal

Até empresas chegaram a fazer contato para ele produzir e instalar em frente os estabelecimentos. Marcos não parou por aí. Ele também está fabricando uma casinha para uma vizinha que cuida de dois cães de rua; os animais dormem em uma lona.

O agente ganhou tintas e está trabalhando com todo carinho na “obra”, que segundo ele, será personalizada, até com o número da casa. “Pretendo fazer mais casinhas, mas não tenho muito tempo, pois trabalho e faço bicos para compensar minha renda. Se fosse para pegar com tempo mesmo, em três dias ficaria pronta. É um hobby que eu gosto de me dedicar”, explicou Fiúza.

 

Homem transforma cano PVC em comedouro e bebedouro para animais de rua em Casa branca — Foto: Arquivo Pessoal

 Marcos Fiúza transformou seu talento em solidariedade aos animais- Foto: Arquivo Pessoal

 

Para fazer o comedouro e o bebedouro, Marcos usa um metro de cano PVC de 100 milímetros, quatro cotovelos, duas tampas, quatro abraçadeiras, oito parafusos com bucha e cola de cano. O preço fica em torno de R$ 70.

Gastos para produzir o kit ficam em torno de R$ 70  — Foto: Arquivo Pessoal

Ele usa tubo de PVC como matéria-prima- Foto: Arquivo Pessoal

 

“Não tenho como personalizar porque fica caro, mas se a pessoa quiser é só comprar um spray que eu mesmo faço. A gente faz na cor do comércio, com fotinho de cachorro, como a pessoa preferir. O spray custa uns R$ 20”, disse. A pessoa interessada em colocar um kit em frente da casa ou de estabelecimentos precisa apenas fazer a doação do kit.

Agente socioeducativo transforma cano PVC em comedouro e bebedouro para cães  — Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Atualizada às 14h43



Publicidade