Ipatinga

bichos

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Pets: como diminuir a ansiedade com a aromaterapia

    Essa técnica terapêutica inicialmente surgiu em benefício humano e foi a partir dos estudos para a criação da aromatarepia humana

    Por Plox

    15/04/2022 12h44 - Atualizado há 3 meses

    Ansiosos, tristes ou muito agitados, os animais também desenvolvem enfermidades por conviverem em ambientes urbanos e serem submetidos a situações de estresse, que podem ser ocasionadas até mesmo devido a uma pequena mudança de rotina. Música alta, a visita ao veterinário ou o primeiro banho no pet shop, por exemplo, podem gerar traumas.

    Aliás, engana-se quem pensa que essas questões não devem ser levadas a sério. Lembre-se de que, diferentemente de nós, os pets não sabem distinguir a origem dos ruídos, o motivo pelo qual está sendo levado a uma consulta ou, porque precisam de banhos. Portanto, é natural que associe situações como essa com algum perigo e fique assustado.

    Foto: Divulgação

     

    Com finalidade de ajuda-los a não sofrer em demasia diante destas situações a aromaterapia é uma excelente opção para o tutor oferecer aos cães. Essa técnica terapêutica inicialmente surgiu em benefício humano e foi a partir dos estudos para a criação da aromatarepia humana que a tecnologia exclusiva para cães foi desenvolvida.

    Pensando no bem-estar dos animais, a Zootecnista, Regina Herculano Pinto, trabalha com uma tecnologia de ponta única no Brasil — os brinquedos de aromaterapia para pets, o grande sucesso da marca. Abaixo, citaremos alguns benefícios dessa técnica criada em 1920 pelo químico francês na área de cosmética Rená-Maurice Gattefosse. 

    O que é a Aromaterapia?

    É uma metodologia fundamentada na utilização de óleos essenciais e outros categorias de fragrâncias visando melhorar o bem-estar físico e/ou psicológico de uma pessoa, baseado nos efeitos que os aromas das plantas podem proporcionar em cada indivíduo.

    Quando usar a aromaterapia para os pets?

    A indicação da aromaterapia é feita quando se quer alterar algum quadro comportamental, como a ansiedade, provocada muitas vezes por mudança de casa, de rotina ou falta de atenção dos donos. Essa técnica pode atuar como um modulador de comportamento. Assim, ela pode ser indicada também em casos de:

    • Ansiedade (quando o tutor viaja);
    • Medo (de pessoas, outros animais, fogos, trovoadas);
    • Latidos em excesso;
    • Agitação, entre outros sintomas.
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]