Homem é preso suspeito de vazar documentos confidenciais de defesa dos Estados Unidos

Segundo as informações, Jack Teixeira, descendente de portugueses, é acusado de vazar dezenas de documentos altamente sigilosos

Por Plox

15/04/2023 10h01 - Atualizado há 12 meses

Nesta quinta-feira (14), o procurador-geral dos Estados Unidos, Merrick Garland, confirmou a prisão de Jack Teixeira, descendente de portugueses, suspeito de vazar dezenas de documentos altamente sigilosos do Departamento de Defesa na internet. Teixeira foi detido sem incidentes e deve comparecer em breve a um tribunal no estado de Massachusetts.

O presidente Joe Biden já havia mencionado que a investigação sobre o vazamento de documentos confidenciais estava avançando, enquanto a imprensa americana apontava um membro da Guarda Nacional como potencial responsável. Os documentos vazados revelaram preocupações sobre a viabilidade de uma futura contraofensiva das forças de Kiev contra as tropas russas, detalhes sobre as defesas aéreas ucranianas e sinais de espionagem dos Estados Unidos em relação aos aliados.

Foto: reprodução/ Twitter/ Casa Branca

 

Durante uma visita à Irlanda, Biden afirmou que uma investigação completa estava sendo realizada, envolvendo a comunidade de inteligência e o Departamento de Justiça, e que estava se aproximando de algumas conclusões. As declarações do presidente seguiram a publicação de uma reportagem do The Washington Post, que indicava que um homem que trabalhava em uma base militar americana havia divulgado centenas de páginas de documentos sigilosos em um grupo chamado Thug Shaker Central na plataforma Discord.

O The New York Times também relatou ter encontrado uma "pista de provas digitais" que apontava para um jovem membro da Guarda Aérea Nacional como líder do grupo e responsável pelo vazamento, embora não tenha sido oficialmente identificado como suspeito. A prisão de Teixeira marca um importante avanço na investigação e demonstra o comprometimento das autoridades em proteger informações confidenciais e a segurança nacional.

Destaques