Lula visita Emirados Árabes Unidos e fortalece relações comerciais

A visita de Lula aos Emirados Árabes Unidos teve início com uma calorosa recepção no palácio presidencial de Abu Dhabi

Por Plox

15/04/2023 17h59 - Atualizado há 12 meses

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e a primeira-dama Janja, estiveram com o presidente dos Emirados Árabes, xeique Mohammed bin Zayed al-Nahyan, em Abu Dhabi, no último sábado (15/4), em uma visita oficial que buscou fortalecer as relações comerciais entre os dois países.

Recepção calorosa e encontro com líderes

A visita de Lula aos Emirados Árabes Unidos teve início com uma calorosa recepção no palácio presidencial de Abu Dhabi, onde o casal presidencial participou de um "iftar" – refeição feita ao pôr do sol durante o Ramadã. A esquadrilha Al Fursan, da Força Aérea dos Emirados Árabes, realizou uma apresentação especial, deixando rastros das cores da bandeira brasileira sobre o palácio.

Durante o encontro, Lula afirmou: “A parceria entre nossos países está amparada em ricas conexões nas mais diversas áreas, traduzida nos números expressivos do nosso comércio, na cooperação em esportes e em inteligência artificial”.

Fortalecimento das relações comerciais

Lula busca renovar e fortalecer a relação com os Emirados Árabes, um dos três principais parceiros comerciais do Brasil no Oriente Médio, especialmente no campo do agronegócio. A nação árabe é também um dos maiores produtores de petróleo do mundo e já investiu US$ 10 bilhões no Brasil.

Assinatura de memorandos

Diversos memorandos foram assinados durante a visita, reforçando a cooperação entre os dois países em áreas como investimentos, ação climática e educação. Entre eles, destaca-se um memorando de entendimento entre o estado da Bahia e o fundo financeiro de Abu Dhabi Mubadala Capital, que prevê um investimento de R$ 12 bilhões em dez anos na construção de uma fábrica de diesel verde e de querosene de aviação sustentável.

Outro memorando assinado foi o de entendimento entre o governo dos Emirados Árabes e o governo brasileiro sobre ação climática, já que o país sediará a 28ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 2023) em novembro, em Dubai.

Por fim, o embaixador Carlos Sérgio Duarte, secretário do Ministério das Relações Exteriores para África e Oriente Médio, assinou um memorando de cooperação entre o Instituto Rio Branco e a Academia Diplomática Dr. Anwar Gargash, promovendo a colaboração entre as instituições.

Esta é a segunda visita de Lula aos Emirados Árabes Unidos, a primeira ocorreu em 2003, durante seu primeiro mandato. O governo brasileiro esclareceu que a parada em Abu Dhabi, realizada na volta da viagem à China, ocorreu a convite do governo dos Emirados Árabes Unidos e informou que as despesas foram pagas pelo país.

 

Lula busca renovar a boa relação com o país, que é um dos três parceiros comerciais do Brasil no Oriente Médio, especialmente no campo do agronegócio.  -  (crédito: Ricardo Stuckert/PR)
Destaques