Empregada é amarrada em árvore pelos patrões por deixar móveis no sol

15/05/2019 08:06

Um dos funcionários a fotografou e as imagens circularam o mundo rapidamente

Publicidade

Uma filipina de 26 anos que trabalhava na casa de uma família endinheirada da Arábia Saudita sofria maus tratos em seu serviço e retornou para seu país. O fato mais grave aconteceu na última semana e chocou muita gente: a empregada foi amarrada em uma árvore pelos patrões, após ter deixado alguns móveis caros no sol. Um dos funcionários a fotografou e as imagens da empregada presa à árvore no jardim circularam o mundo rapidamente.

Mulher presa à árvore- Foto: Manila Boletim/Facebook

Foto da mulher presa à árvore correu o mundo- Foto: Reprodução/Manila Boletim/Facebook

A casa da família fica em Riyadh, onde a filipina Lovely Acosta Baruelo, estava trabalhando há alguns meses. De acordo com uma colega de trabalho da vítima, os donos da casa sempre os agridem quando algum erro é cometido pelos funcionários. As autoridades do país tomaram conhecimento do caso e no mesmo dia, Lovely retornou para seu país de origem com a ajuda do Departamento de Relações Exteriores. O governo se manifestou e explicou o caso: “A Embaixada das Filipinas em Riyadh reportou que o caso de Lovely Baruelo foi denunciado no dia 9 de maio, e ela foi repatriada no mesmo dia. Baruelo foi punida pelo empregador, que a amarrou em uma árvore”.

Apesar de já estar segura em seu país, nas redes sociais ela agradeceu aos que a socorreram, e se preocupou com a segurança e bem estar dos compatriotas, pedindo ajuda: “Eu gostaria de pedir ajuda também aos outros filipinos no país. Eles são as pessoas que me ajudaram e postaram as fotos, e eu temo pela segurança deles. Espero que sejam resgatados também”.

Maus tratos

Na mesma publicação, Lovely denunciou que o ex-patrão desconta salários dos funcionários e atribuiu a falta de saúde dele aos maus tratos aos serviçais. “E o velho vai encontrar seu karma, é só esperar. Continue descontando os nossos salários. Esse é o motivo da sua falta de saúde. Isso é o seu karma por todas as coisas erradas que você fez”, desabafou a mulher. A estimativa de filipinos que trabalham no Oriente Médio e na África é de 2,3 milhões pessoas, em que mais da metade são mulheres.

Se tornou público

O caso se tornou público quando uma internauta identificada por Kristina Cabrera Sononir publicou em seu Facebook a foto da mulher presa à árvore. No post, ela pedia orações pela filipina Lovely. Foi quando outra mulher, supostamente colega de trabalho da vítima, comentou a postagem, denunciando os maus tratos constantes. O post foi compartilhado até o momento, mais de 100 mil vezes.

Atualizada às 9h41 



Publicidade