CBF suspende duas rodadas da série A do Brasileirão; entenda a decisão

Rodadas 7 e 8 são suspensas em meio a crise no Rio Grande do Sul

Por Plox

15/05/2024 19h21 - Atualizado há 28 dias

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira a suspensão do Campeonato Brasileiro por duas rodadas, atendendo ao pedido de 15 dos 20 clubes da Série A. As partidas adiadas correspondem às rodadas 7 e 8, que ocorreriam nos próximos dois fins de semana. A decisão coincide com a suspensão prévia dos jogos dos clubes gaúchos - Grêmio, Internacional e Juventude - até 27 de maio. O campeonato deve ser retomado em 1º de junho, com a 9ª rodada.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A solicitação inicial partiu dos 11 clubes da Liga Forte União, que foram acompanhados por Atlético-MG, Bahia, Grêmio e Vitória. Os cinco clubes que não apoiaram a paralisação foram Bragantino, Corinthians, Flamengo, Palmeiras e São Paulo. Na última sexta-feira, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, havia declarado que a decisão seria tomada pelos clubes, resultando na convocação do Conselho Técnico da Série A para o dia 27 de maio. No entanto, a entidade enfrentou críticas pela demora na marcação da reunião, com o vice-presidente do Grêmio, Antônio Brum, classificando a data como "brincadeira de mau gosto".

Repercussão e próximos passos

Em visita à Tailândia para o anúncio da sede da Copa do Mundo Feminina de 2027, Ednaldo Rodrigues afirmou na terça-feira que acataria a decisão dos clubes, embora tenha ressaltado que "não é tão fácil" interromper o Brasileirão. Apesar da paralisação do campeonato, a CBF ainda não anunciou a suspensão de outros torneios sob sua organização, como a Copa do Brasil, cujas partidas ocorrem no meio da próxima semana. A medida afeta exclusivamente a Série A.

Os clubes gaúchos não jogam desde a última semana de abril. Caso não haja mudanças, Internacional e Grêmio voltarão a campo no fim de maio, com o Colorado enfrentando o Belgrano, dia 28, pela Sul-Americana, e o Tricolor jogando contra o The Strongest, dia 29, pela Libertadores. As localizações dessas partidas ainda não foram definidas. O Juventude retornará ao campo em 1º de junho contra o Bragantino, fora de casa, pelo Brasileirão.

Nota oficial da CBF

Em comunicado, a CBF destacou a grave crise ambiental no Rio Grande do Sul como motivo da paralisação: "Nos últimos dias, o Brasil se viu radicalmente afetado por uma tragédia ambiental sem precedentes na história, que impactou diretamente milhões de pessoas no Estado do Rio Grande do Sul e, por conseguinte, o futebol praticado no Brasil".

A entidade reafirmou seu compromisso com a transparência e o diálogo, informando que a suspensão foi uma resposta ao pedido de 15 clubes, além da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A reunião do Conselho Técnico Extraordinário da Série A, agendada para 27 de maio, permanece confirmada, com a pauta abordando aspectos técnicos das competições, registros e transferências de atletas, acessos às competições internacionais e questões de direitos de transmissão e patrocínios.

Clubes que solicitaram a suspensão

  1. Atlético Clube Goianiense
  2. Atlético Mineiro SAF
  3. Club Athletico Paranaense
  4. Criciúma Esporte Clube
  5. Cruzeiro Esporte Clube SAF
  6. Cuiabá Esporte Clube SAF
  7. Esporte Clube Bahia SAF
  8. Esporte Clube Juventude
  9. Esporte Clube Vitória
  10. Fluminense Football Club
  11. Fortaleza Esporte Clube
  12. Grêmio Football Porto Alegrense
  13. SAF Botafogo
  14. Sport Club Internacional
  15. Vasco da Gama SAF

 

 

 


 

Destaques