Lula visita RS pela 3ª vez e diz que todo mundo “vai ter sua casinha”

Em sua terceira visita ao estado desde o início da tragédia, o presidente se compromete a anunciar novas medidas de recuperação

Por Plox

15/05/2024 14h06 - Atualizado há cerca de 1 mês

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao Rio Grande do Sul, palco de uma grave tragédia causada por enchentes que já resultaram em 149 mortes. Em sua terceira visita ao estado desde o início deste evento devastador, ele pousou na Base Aérea de Canoas, acompanhado por uma comitiva que incluía ministros e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso.


Foto: Mauricio Tonetto/ Secom

Durante sua chegada, Lula fez uma promessa significativa aos afetados pela catástrofe. "A gente vai anunciar que todo mundo que perdeu a casa, vai ter sua casinha", afirmou o presidente, sinalizando um forte compromisso com a reconstrução das áreas afetadas.

Após desembarcar, o presidente visitou um abrigo em São Leopoldo, onde se encontrou com os desalojados pela tragédia, e mais tarde se reuniu com Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul. A agenda do presidente indica que ele deverá anunciar medidas adicionais para auxiliar na recuperação do estado. Entre as ações esperadas, está a liberação de auxílio direto para as famílias que foram forçadas a deixar suas casas, além da criação de um ministério extraordinário dedicado ao apoio da reconstrução do estado.

Paulo Pimenta, ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, é cotado para liderar essa nova pasta, que terá como foco gerenciar as operações de recuperação e reconstrução nas áreas mais atingidas pela calamidade. Com 446 dos 497 municípios do estado afetados pelas enchentes, as próximas medidas anunciadas pelo governo federal serão cruciais para a estabilização e o restabelecimento da normalidade nas regiões devastadas.

 

 

 


 

Destaques