Mais de 253 mil pontos estão sem luz no Rio Grande do Sul

A situação das enchentes, detalhada em um boletim da Defesa Civil estadual também emitido às 9h desta quarta-feira, é alarmante: mais de 614 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas

Por Plox

15/05/2024 13h25 - Atualizado há cerca de 1 mês

Mais de 253.830 residências e estabelecimentos comerciais estão enfrentando cortes no fornecimento de energia elétrica no Rio Grande do Sul, conforme revelou o último boletim de infraestrutura divulgado pelo governo estadual nesta quarta-feira (15). Deste total, cerca de 126,8 mil correspondem a clientes atendidos pela Equatorial Energia (CEEE Equatorial) e outros 127 mil pela Rio Grande Energia (RGE).


Foto:  Ricardo Stucker/PR

O fornecimento de água tratada também foi severamente afetado, com 136.382 clientes da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) sem acesso ao serviço. A falta de água se deve às intensas precipitações que vêm ocorrendo desde o final de abril. A Corsan disponibilizou o número de WhatsApp (51) 99704-6644 para atendimento das demandas emergenciais relacionadas à interrupção do abastecimento.

Adicionalmente, problemas com os serviços de telefonia e internet persistem em oito municípios. Seis destes municípios enfrentam dificuldades com a operadora Vivo, enquanto outros dois estão sem os serviços da Claro.

A situação das enchentes, detalhada em um boletim da Defesa Civil estadual também emitido às 9h desta quarta-feira, é alarmante: mais de 614 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, sendo que 76.580 estão alojadas em abrigos e 538.245 estão desalojadas. As inundações e enxurradas já resultaram em 149 mortes, com 108 pessoas ainda desaparecidas e 806 feridas.

As enchentes afetaram diretamente ou indiretamente mais de 2,1 milhões de pessoas em 446 municípios gaúchos, o que representa cerca de 19,51% da população total do estado, estimada em 10,88 milhões de habitantes.

Destaques