Queijo artesanal mineiro: tradição e reconhecimento global

Festival celebra o legado e a diversidade dos sabores de Minas

Por Plox

15/05/2024 14h44 - Atualizado há 26 dias

O Estado de Minas Gerais celebra em 16 de maio o Dia dos Queijos Artesanais, uma data que exalta o produto como um ícone da culinária local e reverencia todos os envolvidos em sua produção. Esse evento serve de prelúdio para a sexta edição do Festival do Queijo Artesanal de Minas, organizado pelo Sistema Faemg Senar e pelo Sebrae Minas. O festival ocorrerá entre os dias 13 e 15 de junho, no Expominas, em Belo Horizonte.

Divulgação / Tereza Boar

Festival e reconhecimento internacional

Antecipando o festival, o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo, destacou a importância da data. "É um dia para parabenizarmos os produtores rurais pelo trabalho que encanta paladares muito além das fronteiras nacionais. O queijo mineiro é um produto de excelência", disse ele. O festival incluirá palestras, seminários técnicos, oficinas de harmonização e uma competição para eleger o melhor queijo do evento. Além disso, haverá venda de produtos locais e degustação de pratos feitos com queijos das 13 regiões do estado.

 

Diversidade que encanta

Os queijos artesanais mineiros variam em sabor conforme a região de produção, influenciados por fatores como altitude, clima, vegetação e tipo de solo. O Queijo Minas Artesanal, feito com leite cru e sem pasteurização, segue processos tradicionais e é considerado um dos melhores queijos do mundo. Ele já é reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo IPHAN e há expectativas de reconhecimento pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Destaques