Adélio Bispo deve ser custodiado em hospital psiquiátrico em MG, após ser absolvido pela Justiça Federal

15/06/2019 23:49

Ele recebeu a sentença da acusação de facada desferida em Bolsonaro em setembro do ano passado

Publicidade

O esfaqueador do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, considerado pela Justiça Federal inimputável, deverá ser encaminhado para o  Hospital Psiquiátrico e Judiciário Jorge Vaz, em Barbacena. O advogado dele, Zanone de Oliveira Jr., disse na última sexta-feira, 14 de junho, que há essa probabilidade.
Adélio Bispo

Adélio Bispo foi considerado inimputável pela Justiça Federal- Foto: Polícia/Divulgação

Zanone informou que caso o esfaqueador seja encaminhado à unidade em Barbacena, a pretensão é de que Adélio possa ser custodiado na sequência para um local próximo à família, na cidade de Montes Claros ou outra na região norte de Minas. Como não há nas adjacências prisões para condenados com problemas psiquiátricos, o destino de Adélio deve ser mesmo o HPJV. “Se não tiver jeito, será o Jorge Vaz mesmo, em Barbacena”, informou o defensor.

 Hospital psiquiátrico e Judiciário

Hospital Psiquiátrico e Judiciário Jorge Vaz, em Barbacena- Foto: Agência Minas

A unidade psiquiátrica foi fundada na década de 1920, como  Manicômio Judiciário de Barbacena, passando a ser Manicômio Judiciário Jorge Vaz, três décadas depois. O local se tornou muito conhecido por trabalhar com métodos como o eletrochoque (eletroconvulsoterapia), que foi abolido da instituição em 1999, camisas de força, solitárias e outros métodos, que foram extintos após humanização do sistema. Hoje, o local é vinculado à Secretaria de Administração Prisional (Seap) e trabalha com metodologias atuais, com profissionais de diversas áreas de atuação. 


Adélio foi absolvido pela Justiça Federal da acusação da facada em Bolsonaro em setembro do ano passado. A 3ª Vara da Justiça Federal, por meio do juiz Bruno Savino, explicou que pelo fato de Adélio ser portador de transtorno delirante persistente, ele fica isentado de condenação. Ele passou por exames médicos que mostraram o estado mental dele.

Atualizada 12h15


 



Publicidade