Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Representantes do Instituto Aço Brasil se reúnem com presidente do Brasil e ministros

    O grupo se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro e vários ministros, no Palácio do Planalto, na tarde desta segunda-feira (14)

    Por Plox

    15/06/2021 00h20 - Atualizado há 4 meses

    Um dos setores que mais tem ajudado o Brasil a superar o impacto econômico da pandemia de Covid é a produção de aço, um produto que está presente em praticamente todas as áreas em nosso cotidiano. 

    A indústria do aço tem puxado a economia para cima e não há risco de crise de abastecimento, conforme algumas narrativas de determinados segmentos. Esta é a essência do relatório passado pelos representantes do Instituto Aço Brasil. O grupo se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e vários ministros, no Palácio do Planalto, na tarde desta segunda-feira (14). 

    O grupo demonstrou ao presidente Jair Bolsonaro e aos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, evidências do bom desempenho da indústria de aço no Brasil e defendem que uma redução das tarifas de importação para este produto criaria um desequilíbrio prejudicial à nossa economia.

    Foto: Brenda Colen/ Plox

    O presidente da Usiminas Sergio Leite de Andrade (ao centro da foto), conselheiro do Instituto Aço Brasil, destacou a importância do encontro e o “forte compromisso do Governo Federal com o crescimento da Indústria Brasileira”. O executivo informou que no encontro foram abordados temas referentes ao forte crescimento da Economia Brasileira em 2021, crescimento do consumo aparente de aço, Investimentos da Indústria do aço, abastecimento, Importação, exportação, projetos de Infraestrutura do Governo, gestão da Economia e outros temas.

     

    Em entrevista ao Plox, o  presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes,  comentou sobre o encontro com o presidente e os ministros, destacando que os resultados do setor do aço são muito positivos e que isso vai refletir positivamente em toda economia do país. Marco Polo também disse que há muitas especulações e narrativas de desabastecimento, que, na verdade, não procedem.


     O reaquecimento do setor do aço se mostra evidente. Por exemplo, hoje, a Usiminas, uma das maiores empresas do setor, religou o alto-forno 2. A notícia da retomada deste alto forno da Usiminas, nesta segunda-feira, é  vista por alguns analistas de mercado como uma das melhores notícias do ano, pela sua representatividade, tanto para cadeia produtiva do aço, quanto para outros setores da economia brasileira.

     

    A jornalista Brenda Colen, correspondente do Plox em Brasília, conversou com o presidente do Instituto Aço Brasil

     

    Participaram do encontro: 

     

    Luiz Eduardo Ramos, Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República;
    Tarcísio Gomes de Freitas, Ministro de Estado da Infraestrutura
    Bento Albuquerque, Ministro de Estado de Minas e Energia;
    Flávia Arruda, Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República;
    Marcos Faraco, Presidente do Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil;
    Jefferson de Paula, Vice-Presidente do Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil;

    Sergio Leite de Andrade, Conselheiro do Instituto Aço Brasil;
    Frederico Ayres, Conselheiro do Instituto Aço Brasil;
    Marcelo Botelho, Conselheiro do Instituto Aço Brasil;
    Marcelo Chara, Conselheiro do Instituto Aço Brasil;
    Miguel Homes, Conselheiro do Instituto Aço Brasil;
    Silvia Nascimento, Conselheira do Instituto Aço Brasil; e
    Débora Oliveira, Diretora de Comunicação e Relações Institucionais do Instituto Aço Brasil.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]