Petrobras anuncia redução no preço da gasolina em seu menor valor desde junho de 2021

Apesar da diminuição no preço da gasolina, os valores dos outros combustíveis se mantiveram inalterados

Por Plox

15/06/2023 12h38 - Atualizado há 10 meses

Nesta última quinta-feira (15), a Petrobras divulgou o anúncio de uma redução no preço do litro da gasolina para as distribuidoras. A redução, que entra em vigor nesta sexta-feira (16), traz o preço da gasolina de R$ 2,78 para R$ 2,66 por litro, representando um decréscimo de R$ 0,12 ou 4,3%.

Apesar da diminuição no preço da gasolina, os valores dos outros combustíveis se mantiveram inalterados. A última redução que abrangeu a gasolina, o diesel e o gás de cozinha ocorreu no dia 16 de maio, segundo informações da própria Petrobras.

Com as mudanças recentes, a gasolina atingiu o menor valor desde junho de 2021, permitindo uma expectativa de alívio no bolso dos consumidores.

A redução do valor do combustível vem no rastro da segunda mudança de preços ocorrida após o fim da política de paridade de importação (PPI) pela estatal.  Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil.

 

Novas regras na precificação e seus efeitos

A redução do valor do combustível vem no rastro da segunda mudança de preços ocorrida após o fim da política de paridade de importação (PPI) pela estatal. A PPI, política que orientava os preços dos combustíveis desde 2016, fazia com que o cálculo do valor dos combustíveis fosse baseado nas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e pela cotação do dólar.

A partir de agora, segundo a Petrobras, o cálculo do valor do combustível levará em conta o "custo alternativo do cliente, como valor a ser priorizado na precificação", e o "valor marginal para a Petrobras". No comunicado da estatal, é afirmado que "os reajustes continuarão sendo feitos sem periodicidade definida, evitando o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio".

Veja nota na íntegra

A partir de amanhã (16/6), a Petrobras reduzirá em R$ 0,13 por litro o seu preço médio de venda de gasolina A, que passará a ser de R$ 2,66 por litro.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será, em média, R$ 1,94 a cada litro vendido na bomba. Mantidas as parcelas referentes aos demais agentes conforme a pesquisa de preços da ANP para o período de 4 a 10/06, o preço médio ao consumidor final poderia atingir o valor de R$ 5,33 por litro.

Destaca-se que o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda.

A redução do preço da Petrobras tem como objetivos principais a manutenção da competitividade dos preços da companhia frente às principais alternativas de suprimento dos seus clientes e a participação de mercado necessária para a otimização dos ativos de refino em equilíbrio com os mercados nacional e internacional.

Ciente da importância de seus produtos para a sociedade brasileira, a companhia destaca que na formação de seus preços busca evitar o repasse da volatilidade conjuntural do mercado internacional e da taxa de câmbio, ao passo que preserva um ambiente competitivo salutar nos termos da legislação vigente.

Transparência é fundamental

De forma a contribuir para a transparência de preços e melhor compreensão da sociedade, a Petrobras publica em seu site informações referentes à sua parcela e dos demais agentes na formação e composição dos preços médios de combustíveis ao consumidor.

Destaques