Vereador na Zona da Mata Mineira enfrenta terceira prisão em investigação de organização criminosa

Suspeito de inúmeros homicídios em Araponga e envolvimento em uma quadrilha operante em várias localidades da Zona da Mata

Por Plox

15/06/2023 08h57 - Atualizado há 10 meses

O cerco se fecha na Zona da Mata mineira, com a terceira fase da Operação "Sicário" sendo realizada nesta quarta-feira (14). Uma ampla investigação sobre associações criminosas violentas que atuam na região está em curso, e uma figura política de alto perfil, o presidente da Câmara de Araponga, Euder Santana Souza do partido Cidadania, foi preso pela terceira vez. Além disso, mandados foram executados nas cidades de Juiz de Fora e Ervália.

 

Foto: Reprodução

Investigação em andamento desde Abril

O grupo de criminosos em questão tem sido alvo de investigações desde abril deste ano, suspeito de inúmeros homicídios em Araponga e envolvimento em uma quadrilha operante em várias localidades da Zona da Mata, incluindo os municípios de Araponga e Viçosa.

Os Papéis dos Investigados na Organização Criminosa

Segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a nova fase da Operação "Sicário" visa investigar a extensão do envolvimento dos acusados, incluindo o vereador, em uma associação criminosa violenta, com particular uso de adolescentes e armas de fogo em suas operações.

Interferência nas Investigações

As investigações revelaram que o vereador Santana Souza estava alegadamente pressionando um cúmplice a assumir a responsabilidade por crimes praticados pelo grupo, uma manobra que o levou a ser processado por obstrução da justiça, de acordo com o Ministério Público.

Investigação em Progresso

As investigações ainda estão em andamento. De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), existem fortes indícios de que o vereador Santana Souza possa estar envolvido em outros crimes graves.

 

 

Destaques