Auxílio Emergencial: Caixa deve anunciar antecipação da 4ª parcela nesta quinta (15)

Segundo informações, o anúncio deve ser feito por Pedro Guimarães, presidente do banco

Por Plox

15/07/2021 06h30 - Atualizado há quase 3 anos

Nesta quinta-feira (15), a Caixa Econômica Federal (CEF) deverá anunciar a antecipação da quarta parcela do Auxílio Emergencial, para beneficiários inscritos via aplicativo, site e do CadÚnico. Inicialmente, a previsão de início desta parcela era para o próximo dia 23.

De acordo com informações, o anúncio deve ser feito por Pedro Guimarães, presidente da Caixa. Assim como aconteceu com a segunda e terceira parcela, o pagamento do benefício será antecipado.

Benefício terá mais três parcelas. Agosto, setembro e outubro. Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

 

No anúncio das parcelas anteriores, Pedro Guimarães chegou a afirmar que o banco tinha capacidade de efetuar o pagamento de forma antecipada, pois a grande maioria dos beneficiários estavam utilizando o Caixa Tem.

De acordo com o banco, o pagamento antecipado ocorre através de depósitos nas contas poupanças digitais sociais, que podem ser movimentadas pelo aplicativo (Caixa Tem). Após o pagamento dos grupos pelo aplicativo, é liberada a opção de saque.

Bolsa Família

Para os beneficiários do Bolsa Família, nada muda. O benefício é pago nos últimos dez dias úteis do mês. O depósito é feito de acordo com o número final do NIS e esse é o único grupo que poderá sacar o benefício no dia em que recebe.


Calendário da prorrogação deve ser divulgado na próxima semana, diz ministro

Na última segunda-feira (12), João Roma, ministro da Cidadania, concedeu uma entrevista ao programa A Voz do Brasil. Durante suas falas, o ministro comentou sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial e sobre um novo programa social do Governo Federal.

Segundo João Roma, o calendário, com datas de pagamento das três parcelas da prorrogação do Auxílio Emergencial, agosto, setembro e outubro, deverá ser divulgado na próxima semana pelo Governo Federal.

O ministro ainda disse que todos que cumprirem os requisitos do auxílio receberão as parcelas, referente à agosto, setembro e outubro. “Todos os que já estão recebendo vão receber normalmente a extensão de 3 meses do auxílio. As parcelas serão pagas em agosto, setembro e outubro e todos os beneficiários que cumprem os requisitos na medida provisória serão contemplados. Hoje contemplamos quase 40 milhões de beneficiários [do auxílio emergencial] em todo o Brasil”.

 

Novo programa social do Governo Federal

João Roma também disse que o Governo Federal trabalha para criar um novo programa social, que vai além do Bolsa Família, e que o lançamento desse programa deverá acontecer em novembro deste ano.

O ministro ainda disse que esse novo programa deverá ser lançado após o pagamento da última parcela do auxílio (outubro, caso não aconteça uma nova prorrogação), e que deve contemplar várias facetas, como microcrédito, capacitação para o mercado e empreendedorismo.

“Nós pretendemos transformar os programas de transferência de renda em um programa social mais robusto, com várias ações integradas. Será uma política pública, portanto, que abrirá caminho para a autonomia e emancipação do cidadão”, disse João Roma.
 

Destaques