Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Incêndio criminoso no "Morro da Usipa" já passa de 100 hectares e atinge Coronel Fabriciano

    Ainda há uma linha de fogo de aproximadamente 3 km, virando a mata e atingindo a Reserva do Pomar

    Por Plox

    15/09/2021 18h25 - Atualizado há 9 dias

    O incêndio criminosos iniciado na segunda-feira (13), próximo ao local conhecido como Morro da Usipa, em Ipatinga, continua queimando a vegetação da área de preservação da Usiminas, em Minas Gerais. Aproximadamente um terço da floresta já foi consumido pelas chamas.

    Segundo dados divulgados pela Polícia Militar de Meio Ambiente, a mata tem aproximadamente 350 hectares e mais de 100 já foram queimados. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda há uma linha de fogo de aproximadamente 3 km, virando a mata e atingindo a Reserva do Pomar, em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço.

    Veja imagens: 

     

    Área afetada pelo incêndio. (Foto: Divulgação PMMA)

    Veja o vídeo:

     

    Foto: divulgação PMMA

     

    Animais fugindo do fogo

    Durante os trabalhos no local, foi possível flagrar animais desnorteados tentando escapar da área incendiada. O vídeo foi registrado por um policial que trabalha no local. Como este, várias espécies ficaram sem lar e tiveram que fugir, podendo até mesmo sair na rua correndo risco de atropelamento. Ainda de acordo com os policiais, até o momento não foi possível resgatar nenhum animal

     

    Veja o vídeo:

     

    Suspeito de provocar o incêndio foi preso

    Conforme apurou a reportagem do Plox no local junto ao tenente Moura, da Polícia Militar do Meio Ambiente, o suspeito é catador de recicláveis e estaria manuseando os objetos e utilizando fogo para retirar fios de cobre. Em um dado momento, as chamas saíram do controle e o fogo se espalhou.

    Suspeito preso pela polícia. (Foto: Divulgação PMMA)

     

    O policial contou ao Plox que, ao chegar no local, encontrou o indivíduo e começou a interrogá-lo. Ele explicou o que aconteceu e recebeu voz de prisão. O homem será enquadrado pelos crimes de dano em área privada e incêndio florestal. Ele pode ser condenado a uma pena de até 5 anos de reclusão.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]