Contaminação do abastecimento de água em itabira por vazamento de óleo

Incidente afeta 60% da água da cidade; empresa sem licença é a fonte do problema

Por Plox

15/11/2023 12h31 - Atualizado há 6 meses

Vazamento de óleo em Itabira: Impacto no abastecimento de água e ações de resposta

Um vazamento significativo de óleo, estimado em 400 mil litros, de uma empresa de manutenção mecânica sem alvará e licenciamento ambiental, contaminou o sistema de abastecimento de água de Itabira, Minas Gerais. Desde o último sábado, moradores notaram que a água das torneiras estava escura e com mau cheiro. A Prefeitura relatou que cerca de 60% do fornecimento de água da cidade foi afetado.

Ações de resposta e investigação

Em resposta, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) interrompeu temporariamente o abastecimento para análise. A água foi considerada imprópria para consumo devido ao odor e alteração de cor. Posteriormente, o fornecimento foi retomado, com o Saae assegurando que a água estava apropriada para consumo, seguindo os padrões de saneamento básico.

Concomitantemente, uma força tarefa composta por fiscais e a Polícia Militar do Meio Ambiente foi estabelecida para investigar as causas do vazamento. A empresa responsável pelo acidente foi identificada. Um funcionário da empresa relatou que o vazamento ocorreu na sexta-feira, quando um tambor com 400 litros de óleo usado se rompeu, contaminando o solo e atingindo o rio que abastece a cidade.

Esta situação destaca a importância do cumprimento das normas ambientais e a necessidade de resposta rápida e eficaz em casos de contaminação para garantir a segurança e saúde da população.

Destaques