Filho é forçado a cavar a cova para a própria mãe em MG

Em Periquito, MG, familiares enfrentam a dolorosa tarefa de preparar a cova da matriarca por falta de espaço adequado no cemitério local.

Por Plox

15/11/2023 14h56 - Atualizado há 6 meses

Em um incidente chocante ocorrido na cidade de Periquito, no Vale do Rio Doce, Minas Gerais, um homem de 55 anos foi forçado a cavar a cova da própria mãe durante seu funeral. O caso, que aconteceu no sábado, 11 de novembro, revelou a falta de espaço adequado no cemitério da cidade.

Crise no Cemitério: Falta de Espaço e Desrespeito 

Ao chegar para o enterro, a família descobriu que o buraco previamente cavado pelo coveiro do cemitério não tinha as dimensões necessárias para acomodar o caixão. Além da inadequação em largura e profundidade, havia outro caixão enterrado no mesmo local. Diante da recusa do coveiro em providenciar um espaço adequado, alegando a lotação do cemitério, a família se viu obrigada a assumir a tarefa.

Desdobramentos e Repercussões: Ação Policial e Indignação Comunitária

 A Polícia Militar foi acionada, e o filho da falecida prestou depoimento. Ele relatou que havia informado ao coveiro sobre a necessidade de uma cova pronta para o enterro no sábado. A resposta da administração do cemitério, indicando a inexistência de espaço disponível, gerou tensão e indignação entre os parentes. Este caso realça não só a crise de infraestrutura nos cemitérios, mas também o desrespeito e a dor impostos aos familiares em um momento de luto profundo.

Destaques